Não Abra a porta da Gaiola

A imagem pode conter: pássaro
Por Ana Burke

.
O Ser Humano não sabe em que se apega, ou porque se apega. A única coisa que ele sabe com certeza, é que precisa desesperadamente se apegar, pertencer a alguém, a alguma coisa, a um sistema, a um determinado grupo ou a uma determinada pessoa. A maioria conhece tudo, sabe tudo, e segue o caminho de uma única verdade que tem que coincidir com as suas necessidades de apego. É preciso proteger o objeto do apego, representado por um deus, uma pessoa ou grupo de pessoas porque, sem o objeto do apego, ele está morto, não serve pra nada, e, não é nada.

Quando eu penso e analiso os apegos eu costumo comparar estes apegos a um muro. Quando vivemos cercados por um muro, sabemos tudo, porque podemos observar tudo. Podemos aprender facilmente, tudo, dentro dos limites deste muro, e, como sabemos tudo, somos sábios e possuidores da verdade como nos ensina “A caverna” de Platão. Quanto mais diversificado e mais amplo é o nosso campo de visão mais os nossos sentidos se aprimoram. As imagens captadas pelo nosso cérebro e armazenadas no nosso banco de memórias se transformam em conhecimento, mas um conhecimento que conscientemente sabemos que é limitado. Saber que não sabemos nos faz andar na frente daqueles que sabem e que, por saber que sabem, se acomodam sentindo-se confortáveis e seguros como um pássaro se sente confortável e seguro dentro da sua gaiola.

O pássaro que vive fora da gaiola é mais forte porque usa as suas asas com frequência para voar, caça a própria comida, constrói o próprio ninho, aprende a se defender melhor dos predadores, conhece e sabe o que é bom e o que é ruim, retirando da natureza o conhecimento necessário para se manter vivo. O pássaro que vive solto sabe que não sabe porque o seu mundo é muito grande e é impossível abarcar tudo o que existe na imensidão do seu horizonte. Já o pássaro que vive atrás das grades da sua gaiola sabe e têm certeza de que tudo o que ele acredita que sabe é verdadeiro…e ele têm razão. As duas realidades mostram a cada um, verdades diferentes.

O homem é o deus do pássaro engaiolado. Ele pede pela comida ao homem e depois agradece por esta mesma comida. Agradece também pela moradia e pela água. Ele desaprendeu a voar mas isto não importa muito porque ele não sente mais nenhuma necessidade de voar e só o que faz é pular de um poleiro a outro no caso de a gaiola ter dois ou mais poleiros. Ele também precisa agradar ao seu Senhor e então ele canta…e canta…o canto dos cativos.

Quebrar o muro e nos desvincular dos apegos é praticamente impossível porque isto destruiria todas as nossas verdades, toda a nossa razão de viver, todos os nossos ídolos de barro. Como um pássaro que não sabe mais voar vai se defender? A quem pedir e a quem agradecer? Fora da sua gaiola não existe vida. Um pássaro livre não poderá jamais convencê-lo que há alguns metros de distância existe um rio; peixes, caramujos e insetos que ele nunca viu; uma floresta imensa com árvores gigantes; montanhas; cachoeiras; o mar; outros pássaros; outras vidas e que o canto de um pássaro livre é diferente do canto de um pássaro cativo.

Quebrar o muro ou sair da gaiola não é permitido depois que se está amurado ou engaiolado. O pássaro livre é Satanás. Quando caímos em determinadas armadilhas não existe mais salvação ou salvador. Escalar as montanhas e descobrir o que existe por trás delas, a amplidão, o horizonte, o desconhecido, é uma ameaça maior que o medo da própria morte e como resultado disso, nos enterramos vivos, protegidos pelo muro que construíram ao nosso redor.

Perceber/aprender o que ignoramos significa compreender porque cada deus é único para os seus seguidores. Ao interagir com as coisas do mundo tomamos consciência de que, do lado de fora, por trás do muro, existem milhares de outros deuses, e milhares de outras verdades. O sábio observa e não foge de nenhum ponto de vista diferente do seu; ele pega todas as verdades existentes, das quais toma conhecimento e as coloca em uma peneira juntamente com a sua verdade, peneira tudo e descobre que a maioria das verdades são mitos, incluindo, talvez, a sua verdade. O que sobra, depois de muito trabalho, estudo e análise, é uma mínima porcentagem daquilo que pode ser considerado como sendo a verdade real.

Os nossos apegos nos prendem às tradições, preconceitos e superstições. O desejo e a ilusão de que a morte não existe mata a vida fazendo o ser humano se humilhar e rastejar como se um deus o desejasse e o obrigasse a sofrer, exigindo dele, amor, e temor. Não vejo amor em nada disso, apenas temor, afinal, o preço a pagar para aqueles que vivem dignamente e exigem respeito para si próprio é o castigo eterno. A ordem é sofrer e sofrer muito fazendo trocas com aquele que supostamente é dono do poder: “Eu te pago o dízimo e faço tudo aquilo que me for ordenado como sendo a vontade de Deus mas, por favor, não abra a porta da gaiola. O pior de tudo isso são as crianças. Nós gostamos tanto do conforto da gaiola que condenamos os nossos próprios filhos a viver da mesma maneira. Depois que um pássaro desaprende a voar, ele não terá escolha a não ser se conformar em passar a vida toda no cativeiro…e ainda vai agradecer por isso.

O DEUS da Paz

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, oceano, água, céu, atividades ao ar livre e natureza

Ana Burke

Esta sou eu diante de “deus”.

Não tenho necessidade de orações, não preciso me ajoelhar, não sou obrigada a frequentar templos, pular, me contorcer, cair no chão, me arrastar e me humilhar diante deste deus. O Amor jamais exigiria tal coisa.

Não tenho demônios nem acima, nem abaixo e nem dentro de mim. O inferno e Satanás é uma alegoria e a porta larga é a porta que leva à felicidade e à Paz.

No meu mundo não existe joio ou trigo, santos e pecadores, escolhidos e condenados, negros e brancos, homossexuais e heterossexuais, mulheres e homens, países e nacionalidades como: americanos, indianos, africanos, índios, asiáticos e europeus, mas apenas seres humanos.

A minha relação com deus e de deus para comigo, é uma relação de respeito.

Não existe temor ou subserviência.

 

Revista Espírita – 1859. Sobre os Negros

Revista Espírita – 1859
Por Allan Kardec

Por Ana Burke

A Doutrina Espírita, ao que parece, vai de encontro aos instintos racistas, primários e totalmente desconectados da realidade onde seres humanos bárbaros ou ignorantes são enaltecidos. Ela defende claramente interesses e ideias pré concebidas dividindo os seres humanos em patamares diferentes que mais me parece um sistema de castas e, pior, a cor, a situação social e títulos acadêmicos são os argumentos usados para fundamentar a teoria de superioridade ou inferioridade. Quais são os espíritos iluminados na concepção de Allan Kardec? Médicos, pessoas ilustres (ou reconhecidas como tendo sido ilustres), escritores famosos, filósofos e…TODOS BRANCOS. Se não era branco, ele fazia ficar branco como fez Chico Xavier quando desenhou o seu famoso “Retrato de Jesus” ou de Maria, ambos com feições de europeus brancos mesmo sabendo que o Jesus dos primeiros cristãos eram negros e não poderia ser diferente. Eram descendentes de etíopes segundo a bíblia.

Segundo Kardec, a Raça Adâmica, originadas de Adão, são os europeus caucasianos sendo que até 1611 aproximadamente, todos os profetas bíblicos, Santos e mesmo Adão e Eva eram ilustrados e cultuados como pessoas negras.

Os espíritas não dizem ou assumem que a sua doutrina é uma religião, mas dizem que é uma ciência. Eu sou formada em ciências e esta é uma doutrina mais baseada em charlatanismo do que qualquer outra coisa. Se perguntamos a um espírita em qual ciência se baseou Kardec para fundamentar esta doutrina a maioria deles não sabe responder. Eu digo: O que Kardec chama de ciência é uma pseudociência de nome Frenologia, já existente em sua época e que determinava superioridade ou inferioridade observando o formato das cabeças das pessoas. Ele não fez nenhum experimento que se pudesse dizer que seria um método científico onde cada passo a partir de uma observação, passasse por uma hipótese e experimento para que resultasse numa conclusão.

Eu já ouvi dos próprios espíritas, quando se referem a pessoas menos afortunadas ou discriminadas socialmente ou portadoras de qualquer deficiência, mendigos, etc, a expressão: “Irmãozinhos sofredores” – como são bonzinhos – e chamar os seus centros, para se diferenciar dos outros de origem afrodescendentes de “centros de mesa branca”. Os asiáticos e índios são considerados, também, espíritos atrasados, não evoluídos.

Realmente é difícil entender uma pessoa que se diz culta, seguir esta religião. E quando alguém faz uma crítica, eles ficam enfurecidos e mandam a pessoa estudar a doutrina espírita. São como os crentes em relação a bíblia que, quando não têm argumentos, alegam aquilo que foram treinados a responder…”está fora do contexto” e etc….

Estes são os exemplos de “Espíritos Evoluídos” que ditaram a Doutrina Espírita. Eu fiz uma captura de Tela. É só ler e você vai perceber que isto não veio de espírito algum.

Observação: São Luís é um espírito evoluído segundo Kardec e o “Negro Pai Cesar” não é um espírito evoluído e ainda têm que voltar à Terra. E ele afirma que deseja voltar como pessoa branca.

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Nenhum texto alternativo automático disponível.

O Mundo Real

A imagem pode conter: 1 pessoa
Por Ana Burke

A ciência, algo que todos nós usufruímos, é tida como inimiga pelos religiosos, mas todos andam de carro, todos usam telefone, todos usam máquinas que detectam tumores, todos fazem exames de sangue, todos usam serviços médicos e hospitais, todos assistem televisão e comem comidas feitas ou esquentadas num micro ondas. Enfim, todos usam energia elétrica, algo que eu considero um “milagre” e que faz o mundo moderno funcionar. Só a luz de Cristo não consegue iluminar as igrejas e sem a energia elétrica não haveria microfones. O que indica os para-raios presentes em igrejas? Falta de fé?
Os computadores facilitam a comunicação e hoje podemos fazer compras e pagar as contas sem sair de casa. Tem pessoas que vivem felizes sem uma crença ou Deus mas eu não vejo ninguém, dito civilizado, vivendo sem ciência. Dependem da ciência para curar as suas dores, dissabores ou para se distrair dos seus desencantos. A ciência os livra de vermes, bactérias nocivas e protozoários que vivem entranhadas em seus intestinos, algo simples que Deus poderia fazer, mas que por milhares de anos ficou só observando. Um simples ovo da Tênia (solitária) pode causar cegueira ou, se as larvas chegarem até o cérebro, vão provocar convulsões, um problema resolvido pela ciência. A poliomielite, causadora de muito sofrimento, hoje em dia é também um problema que tem solução. Milhares e milhares de pessoas morriam com a varíola, sarampo e varicela, doenças estas já erradicadas e combatidas pela ciência. A Peste Negra, transmitida ao ser humano através das pulgas (Xenopsylla cheopis) dos ratos-pretos (Rattus rattus) ou outros roedores reduziu a população européia a 1/3 entre 1346 e 1353. Será que foi a Igreja a resolver o problema?

 

DISCRIMINAÇÃO E PRECONCEITO

Precisamos de médicos, remédios e de alguém que nos cuide quando estamos doentes e, nesta hora, ninguém questiona a si próprio se aquele que está salvando a sua vida é um ateu, ou um homossexual, uma mulher, um índio, um negro, ou um deficiente físico, etc. Todos estes condenados e discriminados pelo Deus bíblico sendo portanto indignos segundo ensinamentos dos “bons” pastores. Em um acidente numa estrada deserta, na hora da agonia, dor e sofrimento… como seria maravilhoso se aparecesse de repente um homossexual para ajudar, ou um ateu, ou talvez uma “Mãe de Santo” não é mesmo Senhoras(es) evangélicos? Se tais pessoas não são de Jesus, não são de Deus, você não poderá dizer que Deus as mandou para te Salvar a vida. As mulheres, segundo a bíblia, devem permanecer em silêncio, caladas, por serem elas responsáveis por todos os pecados da humanidade mas, quando se permite, elas têm se mostrado capazes e mestras em todas as áreas do conhecimento. Os deficientes físicos são proibidos de chegar até o altar ou se tornarem sacerdotes porque são imundos segundo o Deus bíblico, mas um dos maiores físicos de todos os tempos vive numa cadeira de rodas e é mais útil à humanidade dos que todos os pastores e padres juntos. Voltaire, que teve a sua tumba violada depois de morto e seus restos jogados num rio, salvou crianças de serem queimadas na fogueira. É considerado o Pai dos direitos humanos e se você têm algum direito, deve a ele que corria por toda a Europa, lutando por pessoas sem noção e tentando salvá-las. Foi uma pessoa que nunca soube o que era medo e nunca se deixou acovardar mesmo sendo constantemente ameaçado pela Igreja Católica. Ele era um filósofo e filósofos nunca foram considerados como sendo de “Deus” e muitos morreram queimados na fogueira, sendo o seu martírio aplaudido pela massa criada por Deus e seguidoras deste deus.

É quase impossível mudar aquilo que está estabelecido como verdade, por seres humanos que se dizem conhecedores de todas as vontades de Deus. Homens intocáveis, imorais e que são seguidos como se fossem “santos”. Eu considero igrejas e templos os lugares mais sujos e imundos existentes. Dentro deles jorra o sangue de milhares e milhares de pessoas e os seus gritos de agonia podem ser ouvidos por aqueles que tem sensibilidade e ama o seus próximo. Igrejas e templos são cavernas que engolem o discernimento e o bom senso. Escute com atenção os sermões e discursos dos seus profetas e analise o que está embutido neles. Aprenda a ler nas entrelinhas e perceba o ódio, o desprezo, a discriminação, o desrespeito e a intenção mais do que visível de destruir pessoas que os contrariam, usando a sua ingenuidade como arma para atingir tais pessoas. Jesus não ensinou que Ele é a igreja e que não devem existir templos de pedras? Ele condenou o Sistema Religioso e você está lá dentro, leva os seus filhos e ajuda a matar os seus cérebros. Existem pessoas que entre dar comida para os filhos e pagar o dízimo, escolhem pagar o dízimo. Que Deus é este que permite tal coisa? Que Deus é este que espalha o terror e dissemina preconceitos causando a divisão entre os seres humanos? Que Deus é este que promove a perseguição e o desentendimento, cerceia a liberdade afligindo as pessoas e impedindo-as de viver instalando nelas o medo da morte, o medo de uma possível condenação por toda a eternidade no inferno e usando de chantagens e ameaças para mantê-las sob o seu jugo?

Analise o versículo bíblico abaixo:

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele”. João 2:15.

Quando você aprende a desprezar o mundo e que você entende como sendo o “mundo do pecado”, você está aprendendo a desprezar o seu próximo, a não aceitar as diferenças que são normais entre um e outro, a estigmatizar, a odiar e a perseguir. Você que segue tais coisas não se importaria em ver o seu filho no inferno estando você no paraíso, não é isso? Você não entende que este ensinamento diz pra você, que o único mundo que existe, e deve existir, é aquele te ensina a louvar e agradecer pela sua própria miserabilidade e ignorância? Você não entende que o único mundo que você deve frequentar é o seu curral, a sua igreja? Você não entende que está sujeito, subjugado e é manipulado?

Eu nunca vi um padre, ou pastor, num asilo fazendo a barba ou dando banho num idoso incapacitado. Eu nunca vi nenhum deles acolher dentro das suas igrejas pessoas que estão dormindo nas ruas e que muitas vezes morrem de frio ao desalento; desabrigados são sim, expulsos, quando se achegam às portas das igrejas. Os negros até há algum tempo atrás, não tinham alma, mas agora, depois que começaram a ganhar dinheiro, eles tem alma, já que podem pagar o dízimo, trabalhar para a igreja, lavar as suas escadarias e são extremamente úteis em festas que a igreja promove para arrecadar dinheiro. Da mesma forma as mulheres que só servem de empregadas para a Igreja Católica, desde freiras até leigas, sem nenhum direito ou regalia. As outras igrejas as tratam da mesma forma e algumas até pensam que as aceitaram como pastoras nas igrejas evangélicas, mas não são pastoras, são usadas pela denominação religiosa cujos mandatários são homens. As mulheres ocidentais fizeram muitas conquistas e ganham dinheiro sendo a sua participação e presença necessária dentro das igrejas.

Na realidade, a maioria das pessoas são vítimas de si mesmas, choram e clamam por si mesmas, são egoístas e confundem tal sentimento com amor. Nada neste mundo existe a não ser para, e em função, de si mesmas. Tudo o que desejam, desejam para si mesmas e tudo o que temem, temem por si mesmas. Mentem quando enaltecem a si mesmas proclamando o seu amor incondicional a Jesus porque o que elas seguem é Paulo, um ser execrável e infeliz que contraria TUDO o que disse Jesus, principalmente o fato de Jesus haver dito, claramente, que nenhum apóstolo deveria se aproximar dos gentios. Você não sabe que é um gentio?

Se submeter a Deus é diferente de “Amar a Deus”. Os religiosos temem aquilo que vem de Deus, os seus castigos, a sua ira, o seu julgamento, a sua prepotência e as suas ameaças. Este tipo de Deus o guia em que sentido, e para onde?

Nenhum ser humano pode ensinar a outro ser humano o caminho a ser percorrido por este. O que aprendemos, aprendemos, realmente, quando temos discernimento e somos guiados pela nossa consciência e inteligência. Se seguimos cegamente uma doutrina, perdemos a referência. Deus não pode ser ensinado por humanos. Tudo o que você pensa que sabe sobre Deus é falso e existe com um único objetivo: fazê-lo obedecer, cegamente, e sem questionar, o Sistema que o escraviza.

O Senhor é o seu Pastor, Amo e Dono, do seu Querer, e Fazer.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

Por Ana Burke

Todos dizem: “Deus não castiga ninguém, Ele sabe o que faz, ninguém conhece os seus desígnios, Ele é mistério e só quer o bem de todos. Ok, todos falam coisas diferentes, acusando outros templos ou igrejas de seguir um deus falso mesmo sendo este o mesmo deus, mas concordam num ponto em comum:  Deus é Amor e Bondade. Na realidade, a verdade é bem outra. O deus Amor e Bondade é o deus de Israel, que criou APENAS o povo de Israel e está bem claro na bíblia que Ele odeia todos os Gentios:

“Trouxeste uma vinha do Egito; lançaste fora os gentios, e a plantaste.”… “E deu-lhes as terras dos gentios; e herdaram o trabalho dos povos;”… “Julgará entre os gentios; tudo encherá de corpos mortos; ferirá os cabeças de muitos países”… Para tomarem vingança dos gentios, e darem repreensões aos povos; … “O Senhor é Rei eterno; da sua terra perecerão os gentios.”… “Mas tu, Senhor, te rirás deles; zombarás de todos os gentios”… Salmos 59:8; 80:8;105:44;110:6;149:7; 10:16

Os espíritas e os budistas, assim como quem segue os deuses indianos, fizeram um paraíso totalmente diferente e juram que o seu deus ou os seus deuses, isto é, a sua crença, é a verdadeira e vem de um ser invisível, justo, perfeito, poderoso, bondoso de modo que as outras crenças não merecem respeito e são falsas.

Cada um cria a sua própria ilha da fantasia e vivem nesta ilha, isolados do mundo real. Assim como uma criança que sonha com príncipes, princesas a aprenderam a desejar ser um deles tendo em toda história, sempre, uma bruxa maldosa pra atrapalhar tudo, assim são os religiosos. Toda história de ficção deve ter um herói poderoso, um super-homem para defensor a humanidade do criminoso e assassino de sonhos. Assim como a bruxa pode fazer as princesas comerem uma maçã envenenada e acabar com os seus sonhos de viver para sempre num castelo, Satanás tem o mesmo poder, o poder de atormentar para sempre os crentes impedindo-os de viver no paraíso sonhado.

A bruxa, assim como Satanás, são desenhados muito feios porque é próprio do ser humano rejeitar aquilo que não seja feito à sua imagem e semelhança. A Cuca é feia, o Lobo é feio e mau, a bruxa é medonha e maldosa, o Coringa é medonho e é aquele que atrapalha a vida do Batman, o Boi da cara preta pega crianças e Satanás e demônios são os culpado por todos os males e desavenças entre os humanos. O feio e disforme é sempre maldoso, na imaginação popular.

SATANÁS não foi o responsável por todas as torturas e mortes descritas na bíblia; Nunca ninguém ouviu dizer que Satanás amaldiçoa alguém, as maldições vem de Deus; Satanás nunca mandou pragas para atormentar a vida das pessoas como aconteceu no Egito; Satanás não matou crianças e animais do Egito deixando viver o faraó, dito responsável pelos males advindos contra os hebreus; Satanás não tem parceiros como Ló que teve relações sexuais com as próprias filhas; Satanás não apoia atitudes como a do Levita que partiu a sua concubina em pedaços e espalhou estes pedaços por todo o Israel, Satanás não disse que veio trazer a espada; Satanás não disse que se deve matar pais, irmãos e vizinhos; Satanás não faz guerras e não chama a si mesmo de “Satanás dos exércitos”, Satanás não é pedófilo; Satanás não diz que devemos temê-lo; Satanás não matou a humanidade inteira para se impor como deus; Satanás não é vingativo ou mata crianças inocentes para punir os pais como aconteceu com o filho de Davi; Satanás foi usado por Deus para atingir Jó…Satanás não disse que veio trazer a discórdia entre os membros da família e colocar uns contra os outros e, quando queimavam pessoas na fogueira nunca foi em nome de Satanás, mas em nome de Jesus e os assassinos mostravam à sua vítima a cruz dizendo: “Agora você aceita Jesus?”. Satanás nunca exigiu adoração, rezas, subserviência, humilhação ou disse que alguém é obrigado a segui-lo ou será condenado.

A incoerência e a irracionalidade sustenta os dogmas e as crenças insanas como por exemplo: Como poderia Satanás ou o diabo tentar um deus?

PARA SER UM PASTOR

Faça a maldade apresentável socialmente, com aparência de bondade, e esta maldade será adorada e glorificada pela maioria. Coloque roupas bordadas a ouro e terá seguidores. Erga as mãos aos céus, reze em público, finja santidade, diga que está com a verdade e será o herói dos tolos; invente milagres e curas e será visto como um deus; venda amuletos ou imagens que afaste o mal e ficará rico; Explore a ignorância e convença pessoas inocentes que igrejas são mais importantes que postos de saúde, moradia, hospitais ou escolas e estas deixarão de comer e alimentar os filhos para construí-las; More em palacetes, ande em carros caros…do ano, use joias, ternos sob medida e as ovelhas acreditarão que tais coisas são bênçãos, que você é um privilegiado e que elas devem se conformar com as diferenças entre ricos e pobres porque é vontade de Deus…elas beijarão o chão onde você pisa. Invente perseguições à crença, ao seu deus, a sua igreja e isto aumentará a fé dos insensatos que perseguirão outras crenças e até mesmo matarão pelo deus que você desenhar no imaginário delas e, para defender a sua fé, elas vão discriminar, perseguir, invadir e impor a sua crença a outros, expulsar membros da família que abandonam a igreja (Testemunhas de Jeová), destruir templos de outras denominações religiosas e comer grama se você disser que esta é a vontade de Deus. Ensine-as a ficar separada daqueles que poderiam fazê-las pensar, diga a elas que estes são infiéis e as mantenham amarradas e presas a um jugo onde só existam pessoas iguais a ela…funciona muito bem porque elas não sabem o que significa “JUGO” e ignoram que ovelhas são tosquiadas e são comidas pelo lobo, pelo cão do pastor e pelo pastor.

https://scontent-eze1-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/21617691_1905811183005069_7546479907034375246_n.jpg?oh=51bea667a67efc25eef7e7a1c60e75bc&oe=5A55365A

Mantenha as ovelhas no “JUGO” e elas serão para sempre agradecidas, mansas e saberão que serão castigadas se ousarem arrebentar as correntes.

A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

“E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” 2 Coríntios 6:14-15.

Tomai sobre vós o meu jugo( A cruz e o sofrimento), e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas (descansar? Só depois de morto, na sepultura).

Para ser uma boa ovelha:

“NÃO DESEJE AQUILO QUE NÃO LHE É PERMITIDO DESEJAR”

Evangelizar = Matar

 

A imagem pode conter: 1 pessoa

Por Ana Burke

O sistema religioso é imprescindível para os governos como método de controle da população tornando-a mais obediente, conformada, subserviente, cativa e maleável, enfim, em países onde os governos são corruptos e a injustiça social predomina, a religião tem a função de convencer as pessoas que o sofrimento e as diferenças entre ricos e pobres é a vontade e desejo de Deus. As igrejas estão em toda parte, muitas numa mesma rua enquanto em algumas cidades, nem mesmo um hospital existe e um único posto de saúde funciona muito mal e não consegue atender com eficiência a todos que precisam do básico para diminuir o seu sofrimento. Religiões usam de métodos eficientes de controle mental de forma que pessoas que frequentam os seus templos em criança nunca mais serão pessoas livres. Isto pode se perceber em pessoas que se tornaram ateístas após ter pertencido ou criado frequentando igrejas. Nunca mais a sua mente volta ao normal e, mesmo sabendo que não existe a divindade ofertadas às pessoas crentes, inconscientemente e independente da sua vontade chamam por Deus em algum momento.

Inácio de Loyola disse aos Jesuítas: Não adianta matar o corpo, usar a fogueira! O melhor método é aquele que pode controlar as suas mentes de tal forma que nunca mais em suas vidas ficarão livres. O pulo do gato é inculcar as crenças nas mentes das pessoas enquanto ainda são crianças e atraem crianças com historinhas mentirosas fazendo-as repetir constantemente orações que contenham os dogmas da religião. Nunca mais tais coisas sairão das suas mentes e passarão a ser fiéis ao sistema por toda a sua vida. Os servos são necessários e também é necessário que nunca saibam que são servos.

Um dos primeiros ensinamentos inculcados como sendo normal é que são, e serão, julgados pelo seu Deus e, devido a isto, julgar ou condenar é uma das primeiras coisas que aprendem: Julgam aqueles que frequentam outras igrejas ou religiões mesmo que o deus seja o mesmo; julgam pessoas que seguem deuses diferentes impondo a sua religião a estas pessoas na força como é o caso dos indígenas, seguidores dos candomblés e umbanda; Julgam pejorativamente homossexuais e os tratam como se eles fossem o lixo da humanidade; julgam os ateus e agnósticos e os tratam como se estes fossem o próprio Satanás; julgam que a sua religião ou fé é a única verdadeira e as outras são do diabo…E agora me diz: Onde existe moralidade nisto? O seu deus estimula a roubar terras e propriedades alheias, expulsar e matar os habitantes destas propriedades e tomá-las para si. É o caso de Israel que chegou e disse aos palestinos…esta não é mais a sua terra e decidimos que é nossa a partir de agora. Resultado: Israel agora é dono de 90% das terras dos palestinos que foram expulsos, massacrados e o restante deles está lá sem o direito a uma vida livre, presos entre muros. Deus manda e apoia este tipo de coisas. Imagine alguém chegar na sua casa e dizer pra você: Esta não é mais a sua casa, deem o fora quietinhos ou todos vocês serão mortos…Ah! e não levem nada, saiam com a roupa do corpo. Todas as propriedades desta cidade agora nos pertencem. Foi e está sendo isto o que está ocorrendo há anos com os palestino que vivem em constante terror. Não importa não é? As outras pessoas não importam, afinal o seu deus é o deus de Israel, é o deus dos exércitos, da guerra e da carnificina. Ele gosta de sacrifícios humanos. O que importa os palestinos? Estão sofrendo longe dos seus olhos e então, eles não existem. Os judeus são melhores e estão certos, afinal, eles são os seus amos e senhores. Eu não vou ver mas eu gostaria de ver quando for a sua vez de sair da sua casa com os seus filhos pequenos e só com a roupa do corpo. Este é o preço a pagar pela desinformação e comodismo.

As crianças, quando começam a frequentar a igreja já dão de cara com um homem sangrando e pregado numa cruz. Para uma criança isto é a condenação. Elas aprendem que já nasceram pecadoras, culpadas e responsáveis pela morte do homem pregado na cruz. Elas são convencidas de que devem sofrer caladas todos os martírios que aquele homem sofreu e devem carregar a sua cruz pelo resto das suas vidas. Elas devem aceitar ser sacrificadas da mesma forma ou de uma maneira mais sofrível como foi o caso de Pedro que pediu para ser crucificado de cabeça para baixo. Viver feliz, livre e satisfeito é proibido, é pecado e são tantos os pecados que jogam em suas costas que as pessoas diminuem de tamanho passando a andar curvadas pelo medo injetado nelas em cometer um daqueles pecados. E para inculcar de forma mais eficiente os dogmas cristãos em suas mentes espalham o ser crucificado por todos os lugares e repartições públicas para que as pessoas sempre se lembrem e nunca se esqueçam: Foi por você!

Outra coisa que aprendem a fazer com maestria é a olhar para o próprio umbigo e a condenar outras pessoas, principalmente aquelas que não sofreram tais adestramentos. Deus julga e elas, seguindo o exemplo ensinado e repetido nas igrejas também julgam…e mentem. Aprendem que são as escolhidas e, portanto, superiores aos outros que não estão inseridos na sua religião ou não compartilham da mesma crença. julgam e condenam e é fácil perceber que muitos não crentes tem medo de dizer a verdade e inventam um deus que não exige que se frequente igrejas. Dizer a verdade é ser discriminado, massacrado ou repelido pela sociedade e até por familiares. É necessário ter um deus e muitos, para escapar das perseguições dizem: Eu sou católico não praticante ou, eu sou de uma outra religião mas não frequento a igreja. Isto não existe.

Os pais ignoram tudo o que poderia macular ou manchar a reputação dos seus doutrinadores ou da sua religião. Todas as barbaridades aconteceram no passado…não vão acontecer mais e, neste momento todos são santos. Mas e aquelas crianças que são abusadas por padres, pastores e por pessoas apoiadas pelos anciãos das Testemunhas de Jeová? Isto é um plano de Deus e não podemos interferir nos desígnios de Deus! É a vontade de Deus e ninguém deve discutir a justiça divina!. Se não acontece conosco é porque somos abençoados. Os outros que se danem. Mas! E aquelas crianças que os pastores e padres chamam de bruxas na África, fazem com que os pais abandonem os seus filhos ou deixam que seus filhos sejam perseguidos ou mortos por não ter dinheiro para pagar o padre ou o pastor para “limpar” as crianças? Eles são falsos profetas, dizem. O nosso profeta não faz isso! Ele é um verdadeiro profeta e a nossa religião é a certa…Enfim, os próprios pais fazem lavagem cerebral na cabeça de crianças e ensinam a elas todas as maldades que aprenderam de seus profetas justificando as insanidades cometidas pelo seu deus. Cada um só pensa em si mesmo. Abandonam os filhos mas não abandonam a sua igreja, a sua crença ou a sua religião.

Está mais do que provado que religiões nunca fizeram nenhum bem à humanidade. Separa as pessoas, as qualificam, constrói fanáticos, deteriora a mente, matou mais pessoas do que todas as guerras juntas, invadem espaços e destrói outras culturas, perseguem inocentes, estimulam a violência, perpetuam os crimes, se inserem na política e ditam normas de conduta, promovem a desigualdade social, tratam as mulheres como sendo seres inferiores e indignos, etc…

Os adultos religiosos se comportam na sua crença como uma criança que espera um presente ou um castigo do Papai Noel no Natal. A criança que acredita em Papai Noel é feliz na sua crença e se alguém disser a ela que o seu pai, a sua mãe, os seus avós, os seus tios, enfim, todos estão mentindo pra ela, este alguém será, com certeza, seu inimigo e se ela tivesse condição pra isto, mataria a pessoa em questão com o seu ódio. Ela foi ensinada desde que nasceu a amar a sua ilusão. Ela espera o ano inteiro ser premiada por bom comportamento ou castigada por mau comportamento. Com os adultos religiosos é pior porque esperam pela recompensa ou castigo que só virá depois da morte. Nenhum religioso acredita que será castigado…os castigados serão os outros e podem ser até os seus próprios filhos…não importa. Assim como não importa às crianças se outras crianças não receberam o presente esperado. Se foram castigadas foi porque mereceram. Deus é o Papai Noel de adultos e crianças religiosas. Papai Noel é um pai e Deus é um pai. A única diferença é que a criança terá ou não um presente real, não do Papai Noel porque sabemos que ele não existe e, quanto aos adultos, receberão um presente irreal, imaginário, não de Deus porque Deus, assim como o Papai Noel, não existem.

Assim como a criança que acredita em Papai Noel, acredita também que seus pais jamais mentiriam pra ela, da mesma forma é um religioso. Ele jamais acreditaria que o seu “pastor” mente pra ele(a) ou que é uma pessoa falsa e hipócrita que só visa dinheiro. Papai Noel vai premiar a criança se a mesma foi obediente o ano inteiro e Deus vai premiar o seu seguidor se ele for obediente a vida inteira e seguir todas as regras impostas e que devem ser seguidas.

As crianças aceitam a chantagem dos pais com muita naturalidade e o religioso aceita a chantagem que fazem com ele e sua família pelos representantes do seu deus, também, com muita naturalidade. Os espertos e inteligentes eram queimados na fogueira pela “Santa”Inquisição na Idade Média – Não digo “idade das trevas” porque ainda estamos nas trevas – E temos então, em consequência desta mentirada toda, um mundo cheio de humanos hipócritas, chantagistas, tolos e…doentes. Pode alguém que passa a vida olhando para uma cruz com um morto pendurado nela sangrando e sendo torturado ser saudável? Pode alguém que bebe o sangue e come a carne deste morto ser saudável? Pode alguém que carrega o símbolo da tortura e da morte, a cruz, ter uma mente saudável? Pode uma pessoa que passa a vida com medo e aceita ser subjugada por este medo ser saudável? As pessoas são obrigadas a crer, a ter uma religião…por que será? O que é obrigatório desrespeita o livre pensamento e a livre decisão. Se você não crê será condenado: “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”. Marcos 16:16

Os índios tinham como deus a floresta, as árvores, os animais, o sol e devido à sua crença eles protegiam a floresta, os animais e toda a natureza diante deles. Chegaram os cristãos e disseram à eles que o deus deles é Satanás, disseram a eles que o deus deles é do mal e que só o deus dos cristãos é verdadeiro. Deram a eles a bíblia, inculcaram besteiras em sua mente e a floresta deixou de ter importância para aqueles que foram doutrinados. Hoje em dia eles recebem cestas básicas.

 

O que é a vida?

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado

 

O que você considera ser “vida”?
Sua vida. O que é sua “vida”?
O que é essa “vida” que você vive diariamente? Dependência, apego, dor, perturbação, raiva, irritação, arrependimento…
Vocês conhecem tudo isso não? Isso é a sua vida cotidiana. Vai para o templo e faz barulho com um sino […] pratica yoga…Dizemos que isso é nossa vida.

Então o que você quer dizer por “vida religiosa”? Me digam o que isso realmente significa para vocês? A palavra “religião” significa reunir toda a sua energia…é tudo o que significa. Reunir toda a sua energia para questionar, para buscar…
Não essas besteiras de templos, rituais, e essas coisas que vocês colocam na cabeça. O significado é reunir cada pedaço da energia que você tem para questionar o que é a verdade, o que é realidade…questionar o que é meditação, questionar porque os seres humanos estão vivendo da forma como estão vivendo, questionar se existe um fim para a tristeza, questionar o que é o amor…questionar se alguém pode viver sem qualquer esforço e controlar tudo o que está implementado no mundo.

Uma vida religiosa implica ser uma luz para si mesmo. o que significa: nenhuma autoridade externa! Estamos falando sobre não possuir autoridade espiritual, incluindo a mim. Você tem alguma autoridade? Autoridade espiritual? Vocês tiveram vários bons: O Sr. Gandhi desde os séculos VI, V, IV até o presente. E para onde vocês tem sido guiados por estas centenas de anos? Onde vocês estão? Estou perguntando, gentilmente: Você se livrou de suas tradições? Sendo elas nacionalidade, sua casta, suas crenças, seus rituais, idas a templos, tudo isso…Você se livrou disso? Não? Então como você vai saber o que é uma vida religiosa se você está cego? Você quer saber o que é uma vida religiosa, sem abandonar a sua clausura?

Você está preso à sua tradição e você quer adentrar algo que demanda uma mente que seja capaz e um coração que possa de fato amar. Sem isso: libertar-se de suas tradições, sua cultura, suas crenças…como vai descobrir qualquer coisa? Você pode repetir o que os líderes dizem. ou aquilo que você viu em algum livro. Mas que valor tem isso? Me disseram outro dia, que alguns Gurus apresentam palestras ou discursos sobre Gita. E centenas ou milhares os escutam. Que valor isso tem? De que nós estamos brincando, Senhores? Aparentemente não se enxerga a própria tragédia. Psicologicamente, porque eu deveria aceitar algo dito por outra pessoa quando percebo que sou o resto da humanidade e que a humanidade sou eu? Eu sou a história da humanidade, o livro da humanidade. Se eu sei como ler a mim mesmo não dependo de ninguém. Veja, eu posso sem distorção, sem preconceito, sem decisões, estar consciente do conteúdo deste livro, que sou eu.
Ler ele cuidadosamente, sem nunca distorcer, requer uma grande quantidade de atenção, grande quantidade de energia, intensidade, prontidão. Mas não fazemos isso pois achamos muito custoso. “Diga-me rapidamente o que fazer, e eu faço”. Ou posso não fazer. Geralmente não se faz.
Eu penso pessoalmente que essa orientação psicológica vinda de um outro, um guia…é totalmente errado porque você está evitando a verdade…Eu preciso ser orientado, ordenado, encorajado…

Por Jiddu Krishnamurti

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=mw9dMBqgwFc

O Livro que ensina Moral, Paz, Amor e Bons Costumes.

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Por Ana Burke

O deus de Israel, o deus que você segue e diz que é todo amor e bondade mostra a sua verdadeira face para aquele que tem os olhos abertos e pode ver. Jesus Cristo não é diferente, é pior e ambos foram criados por profetas sedentos de sangue. Aquele que entende a bíblia como um livro moral e que prega bons costumes NUNCA leu a bíblia e não sabe interpretar parábolas. Os filhos eram oferecidos como sacrifício ao deus de Israel e Jesus exige o mesmo:
“Se alguém deseja seguir-me e ama a seu pai, sua mãe, sua esposa, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até mesmo a sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo. Lucas 14:26
Seria Jesus um monstro ou será um monstro aquele que o segue? Onde existe amor, paz e moral na bíblia ou neste e em outros ensinamentos de Jesus? Analisem com seus próprios olhos e escute com a sua própria consciência.

Por quê você pensa que queimavam inocentes vivos nas fogueiras? Tudo o que fizeram e fazem tem base bíblica, como por exemplo:
– Separem o joio(pessoas que não seguem Jesus) do trigo (pessoas que seguem Jesus) e queimem o joio.

– Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar depois. Lucas 19:12
O que significa TOMAR PARA SI UM REINO? Roubar terras, fazer guerra, expulsar e matar quem vive nestas terras, ou seja, fazer exatamente o que Israel fez e está fazendo com os palestinos. Tomaram 90% das terras deles, expulsando, destruindo as suas casas, matando e principalmente fazendo guerra psicológica e convencendo o mundo inteiro de que a sua causa é justa.

– E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.
Lucas 19:27 –
Não adianta inventar. Todos os que morreram assassinados por padres, Jesuítas, franciscanos e Calvino eram-lhes apresentada a cruz simbolizando com isso que os estavam matando diante de Jesus e diziam: Aceita Jesus? Se não aceita…morra.

As parábolas dizem muitas coisas e tornam lícitos muitos crimes que são cometidos e, todos estes crimes, vem camuflados e ordenados em forma de parábolas pelo mestre da “Paz”. Jesus te ama, não é assim?

E o Velho Testamento? Será que em todos os sacrifícios oferecidos a este deus aparecia um anjo para salvar a vítima?

Miquéias 6:7
Yahwehse agradaria com milhares de carneiros, com dez mil ribeiros de azeite? Devo oferecer meu primogênito, meu filho mais velho, fruto do meu corpo, como sacrifício para pagar os meus pecados e as minhas malignidades?

1 Reis 8:63
Para o sacrifício de paz e comunhão que ofereceu ao SENHOR, Salomão deu vinte e dois mil bois e cento e vinte mil ovelhas. Deste modo, o rei e todos os israelitas consagraram o Templo a Yahweh.

2 Crônicas 1:6
Foi lá que Salomão, na presença de Deus, subiu ao altar de bronze que estava junto à Tenda do Encontro da Congregação. E ofereceu mil holocaustos, sacrifícios totalmente queimados sobre o altar.

2 Crônicas 5:6
O rei Salomão e toda a comunidade de Israel, que se havia congregado a ele perante a Arca, sacrificaram tantas ovelhas e bois que nem era possível contar.

2 Crônicas 15:11
Naquele dia, ofereceram em sacrifício a Yahweh, o SENHOR, do despojo de guerra que haviam trazido, setecentos bois e sete mil ovelhas.

2 Crônicas 29:32,33
O número de vítimas, isto é, de sacrifícios oferecidos pela comunidade foi de setenta novilhos, cem carneiros e duzentos cordeiros, tudo isso em adoração e holocausto a Yahweh, o SENHOR.…

2 Crônicas 30:24
O próprio Ezequias, rei de Judá, forneceu mil novilhos e sete mil ovelhas e bodes à comunidade para os sacrifícios; e os chefes apresentaram mil novilhos e dez mil ovelhas diante da assembleia; e muitos sacerdotes se consagraram.

1 Reis 8:62,63
Então o rei e todo o Israel unido a ele ofereceram sacrifícios diante de Yahweh.…

1 Crônicas 29:21
No dia seguinte, prepararam e ofereceram sacrifícios diante de Yahweh e lhe apresentaram em holocausto mil novilhos, mil carneiros e mil cordeiros, acompanhados de libações, as ofertas derramadas, e muito outros sacrifícios, em favor de todo o povo de Israel.

Esdras 6:16,17
E os israelitas, entre eles os sacerdotes e os levitas, e o restante dos exilados celebraram com júbilo a dedicação desta Casa de Deus.…

2 Crônicas 2:4
Eis que resolvi edificar uma Casa para o Nome de Yahweh, o SENHOR, meu Deus e consagrá-la para queimar incenso sagrado e aromático diante dele, apresentar continuamente o pão consagrado, da proposição, e oferecer os holocaustos da manhã e da tarde, nos sábados, nas luas novas e nas festas fixas de Yahweh nosso Deus. Isto é obrigação perpétua de Israel.

O que é religião? É isto? É este o livro que fundamente as suas crenças? Quando se assume alguma coisa você se torna esta coisa, você perde a referência, perde o contato consigo mesmo e eu tenho certeza de que você é muito melhor do que isso tudo. Se não cuidar da sua mente, você terá sempre um pastor, padre, ou Guru para comandá-la por você.
A escravidão psicológica é aquela da qual você nunca se livrará e morrerá na senzala, dependente de templos, rituais, sendo enganado e beijando a mão daquele que o açoita.

Mentiras e Vitimismo dos Cristãos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e texto

FOTO COM LEGENDA FALSA

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

FOTO COM A LEGENDA VERDADEIRA

Foto REAL via AFP / Getty Images

Texto: Ana Burke

O vitimismo é uma técnica muito usada e divulgada. Usa-se todos os meios disponíveis e desonestos para firmar nas mentes simples inverdades que convencem e induzem tal massa manobrável a cometer perseguições reais. Esta técnica é muito usada pelos Judeus sionistas para despertar a piedade e se fazerem de vítimas, arrecadando com isso muito dinheiro que vai para Israel sustentar as suas guerras e a real perseguição e matança dos palestinos. Para se safarem das acusações ou críticas de qualquer tipo, inventaram um modo de calar a boca do mundo inteiro, o crime imaginário ao qual se deu o nome de antissemitismo. Vejamos…É certo e comprovado que os palestinos e árabes são semitas enquanto os judeus asquenazes não são semitas, são europeus de origem Khazária. Alguém já viu um Judeu ser acusado de antissemitismo quando perseguem palestinos e árabes?

Agora, falando dos cristãos, eu li de um pastor que eu não anotei o nome, que “a perseguição religiosa refina a fé”. Eu realmente concordo com ele. Quando o cristão acredita que a sua igreja ou o seu deus está sendo perseguido eles correm para a igreja e de pessoas necessitadas de salvação se transformam em salvadores, guerreiros de cristo e defensores da cruz que são obrigados a carregar.

A foto do post está sendo compartilhada pelos cristãos milhares de vezes no Facebook e outras mídias sociais e dizendo de si mesmos que são vítimas. Eles adentram em todos os guetos do mundo alienando pessoas e as obrigando a adotar a sua religião ou a sua igreja e podemos ver isto acontecer aqui mesmo no Brasil. Invadem terreiros de umbanda e Candomblé, quebram os seus santos e agridem as pessoas ali presentes, Invadem outras igrejas e agridem publicamente quem frequenta igrejas diferentes mas que, segundo eles, o deus é diferente e só o seu é verdadeiro. Seguem um deus que não se manifesta mas é bem visível as manifestações de ódio que ele desperta nas pessoas. Pregam nos ônibus, nas praças, no metrô, batem nas portas invadindo a privacidade das pessoas… e em qualquer lugar público ou não…lá estão eles tentando fazer com que todos se tornem como eles que, a meu ver, não são felizes e não são livres.

Falando da foto, qual é a origem desta imagem?
Esta é uma foto da Agence France Presse, na qual a Getty possui direitos de distribuição. A segunda foto é a foto real apresentada no vasto catálogo online da Getty. É fácil encontrar o relatório de notícias correspondente, cortesia de Hürriyet e Reuters .

“O Irã sacrificou 21 criminosos, contrabandistas de drogas “, diz a manchete, e no parágrafo seis descobrimos quem eram os quatro homens na foto: eram infratores que foram mortos em público na cidade do sul de Shiraz depois de serem condenados por banditismo, contrabando e outros crimes, disse a Agência Fars News Agency.
Eram criminosos comuns e não há a menor indicação de que eles eram cristãos, e muito menos que foram mortos porque adoravam Jesus.

A Crônica Judaica, puxando a sardinha para o seu lado, publicou a mesma foto e chamou os “dissidentes” de homens executados. Um blogueiro pró-LGBT afirmou falsamente que eram homossexuais e alguns comentadores da Internet ficaram felizes em perpetuar essa falácia.

Podemos encontrar inúmeras falácias como estas no YouTube ou no Facebook onde mostram falsas perseguições.
Comparem a primeira foto com a segunda foto na qual está a legenda original.

 

O que é AMOR?

A imagem pode conter: texto
Por Ana Burke

Ame o próximo como a si mesmo. Frase linda, mas totalmente vazia. O amor pelo próximo nunca existiu em Jesus que chantageava e ameaçava as pessoas com o inferno e dizia que veio para trazer a espada e colocar os membros de uma mesma família, uns contra os outros. Como se pode amar o próximo como a nós mesmos quando somos violentos, originamos conflitos, perseguimos pessoas, fazemos fofocas, intrigas, caluniamos pelas costas, estupramos, seguimos mentiras, mentirosos e defendemos estelionatários e ladrões?

Esta frase seria perfeita se alguém soubesse o que é AMOR. A insensibilidade e as crenças predominam sobre a racionalidade e não vemos nada nem ninguém, não vemos o sofrimento alheio e não praticamos solidariedade. Se soubéssemos o que é amor, não existiria ciúme, inveja, brigas, agressões físicas e verbais, discriminação, preconceito e a falsa superioridade de um sobre o outro. A mão que dá, e a mão que recebe, estão desalinhadas e chamamos isto de caridade, condenando aquele que recebe à dependência e salientando a sua baixa autoestima: “Eu dou e, portanto sou superior; já você que recebe, tem a sua mão abaixo da minha e portanto você é inferior”. Não existe AMOR na caridade. Só existe AMOR na solidariedade, quando educamos, ensinamos, colocamos o ser humanos no mesmo patamar em que estamos com direitos de igualdade social e humana. Isto Jesus não ensinou porque Ele nunca soube o que é o amor. Matar uma árvore que não dá frutos na época esperada não é amor. É ódio. Quem são as árvores que não dão bons frutos? Aqueles que não o seguem.

Vivemos e aceitamos com naturalidade ameaças e chantagens, acreditamos no contrário da verdade e fugimos da verdade para salvar uma crença, não em um deus, mas em homens que existem e ganham a vida para nos controlar e nos extorquir dinheiro. Dinheiro que muitos deixam de usar para comprar comida, prazer e educação para os filhos. Muitas vezes ouvimos: “Eu dou a vida pelos meus filhos”. MENTIRA. Você dá a vida pela sua crença e pela sua tradição; você dá a vida pela sua igreja, templo ou mesquita; você dá a vida e tira a vida das pessoas que diz amar, tirando-lhes o direito de seguir ou não seguir a sua crença e o que te ensinam os homens. O que foi inculcado em sua mente por séculos e milênios e veio até você através de bárbaros que sacrificavam os próprios filhos para agradar uma entidade imaginária é muito mais importante do que o bem estar dos seus e da humanidade em geral.

Quem está psicologicamente morto não é capaz de amar porque perdeu as referências e não sabe a diferença entre o bem e o mal. Você está dividido e quando falo de crenças estou falando de tudo o que vem também de governos e da mídia. Estes andam juntos e de mãos dadas com o sistema religioso. Você não varre o seu quintal mas está preparado para varrer o quintal de todos os outros que discordam da sua fé.

O que é o AMOR? Você consegue saber ou imaginar o que é isto? Você fala em socialismo mas jamais viveria um socialismo real, da forma como vivem ainda certas tribos indígenas onde o que pertence a um pertence a todos. Um cuida dos filhos do outro, a caça é dividida entre todos, só tiram da natureza o estritamente necessário para viver, os animais e a natureza em geral são respeitadas…

O ambiente que você chama de lar é limpo, arejado e iluminado? Você dá preferência para aquilo que estão dizendo na televisão ou dá preferência àquilo que o seu filho está dizendo? O que é consciência? O que é entendimento? O que é respeito às diferenças? Você respeita as diferenças na convivência com a sua própria família? Sim…porque os seus filhos não são iguais entre si e nunca serão iguais a você.

Se amássemos uns aos outros não teríamos asilos para idosos, não teríamos orfanatos, não teríamos guerras, não teríamos crianças vivendo nas ruas, não teríamos drogados, não teríamos penitenciárias, não teríamos nacionalidade, partidos, ninguém de direita ou de esquerda ou de centro mas seríamos todos juntos lutando pelas necessidades, não de um país, mas de todos os seres humanos não importando em que lugar deste planeta ele vive.

Não se esqueça…você pode fazer a diferença.
Jesus está morto. Ele é só um deus-homem inventado para escravizar, torturar e matar. Ele é um homem que fizeram dele um deus porque você tem que adorar o próprio homem, principalmente aquele que te diz que sabe tudo a respeito da vontade deste deus homem. Antigamente e até hoje em certas comunidades é inconscientemente obrigatório beijar a mão do sacerdote. Os católicos ainda fazem isto, principalmente beijando a mão do Papa. Deus é o homem e o homem é corrupto. Logo Deus é corrupto.