Qual é a origem da vida?

size_810_16_9_topo-da-montanha1

Por Ana Burke

 

Esta não deveria ser a pergunta mais corrente dos religiosos, mas sim “O que estou fazendo da minha vida e da vida dos meus?” Estou procurando respostas ou desculpas para sustentar a minha fé, construída por interesses escusos de outros para manter, a mim e os meus na ignorância? Será que vou encontrar respostas dentro da igreja, ajoelhado e submisso? Ou estudando, observando, refletindo e racionalizando?
As religiões têm todas as respostas e todas as certezas para satisfazer pessoas irracionais.
Algum dia, quem sabe, teremos mais estudiosos, mais pensantes e menos seguidores de sombras. Por enquanto ainda nos encontramos na Idade das Pedras, adorando estátuas e discriminando aqueles que não aceitam chantagens, não são dominados pelo medo da tortura eterna ou medo da morte.


Salve aqueles que não têm medo de viver. Salve aqueles que enfrentam os riscos e todos os obstáculos que encontram pela frente de cabeça erguida. Salve aqueles que não esperam que a montanha se mova e venha até eles, mas desafiam as dificuldades, sobem a montanha e olham o que existe do outro lado, ampliando a sua visão de espaço e tempo.
A religião oprime e nos mantêm presos entre quatro paredes fazendo com que nos alimentemos do sujo, feio, e mórbido enquanto a natureza nos engrandece, eleva a nossa autoestima e nos mostra o verdadeiro sentido da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s