Mesmice

147609106562489

A mesmice me incomoda porque a paisagem muda e eu mudo com a paisagem. A transformação é algo natural e faz crescer ou decrescer até que se complete o nosso tempo. As flores desabrocham, murcham e morrem. Não existe mesmice na natureza e eu sou natureza. Sou luz e sou trevas, mal humorada e bem humorada, tempestade e calmaria, tenho sonhos e pesadelos, o que eu fui ontem eu não sou hoje. Tudo depende da forma como o meio e o entorno atua sobre mim e da minha receptividade ou rejeição dos benefícios ou malefícios que faz parte da vida de um ser vivo autêntico. Tenho dias de sol, dias nublados e dias de chuva. Observo, cheiro, escuto, sinto e nunca posso ser a mesma ou atuar da mesma forma diante daquilo que me faz feliz ou me incomoda. Não me ajoelho e não rezo; não carrego cruz, não digo amém e fujo da porta estreita. Gosto de amplidão, de ver a vida e o mundo. Gosto de viver.
O outro é parte de mim assim como a água e o sol é parte da vida da flor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s