O Retrato do desvario

img55
Por Ana Burke

Religiões pregam mentiras e mentiras são imorais; inocentes são enganados, extorquidos, roubados e isto é crime o que nos diz que a religião é perniciosa. Uma das principais leis “morais” religiosas é a hipocrisia, sinal que os valores religiosos estão invertidos. Dentro de templos ou igrejas são incutidas idéias como o inferno, o purgatório ao mesmo tempo em que vemos gente sendo adestrada com orações e cânticos, caindo no chão, gritando e gesticulando. Pessoas que agem desta forma não são sadias…pensem em alguém fazendo isto na rua…este alguém seria internado, chamado de louco, insano, perigoso para a sociedade.

É normal que os religiosos pratiquem a incitação ao ódio contra outros seres humanos que pertencem a grupos diferentes ou tem costumes e culturas diferentes. A inversão de valores faz de cada religioso um evangelizador, ou seja…”aceite aquilo que foi inculcado na minha mente como verdade” ou você será um pária social.

Religiões ensinam a não aceitar o outro, a desrespeitar a liberdade de ser e viver de cada um, a discriminar, ser preconceituoso e a se conformar em viver no sofrimento, a adorar o sofrimento, o feio e o ruim. E pessoas que adoram coisas ruins, são ruins, mesmo que não tenham consciência disso.

Religiões usam e abusam de repressões, chantagens, ameaças, servidão e é nisto que os fiéis são transformados…em servos…servos do medo. Aquele que convive e vê demônios, principalmente crianças, estará condenada a carregar estes demônios pela vida toda.

Religião é o pecado, a ignorância e a morte cerebral. Coisas como estas não existem para quem não é religioso. O CONTRÁRIO destas aberrações aprendidas nos templos e, igrejas, é a verdadeira vida, a verdadeira saúde, o verdadeiro respeito por si mesmo e pelos outros. Não evangelize ou faça “pregações”. Não queira trazer a todos para o mesmo buraco onde você vive.

Só aquele que enfrenta a vida como ela é, e consegue discernir entre aquilo que é ficção ou superstição, da realidade, consegue saber o que significa amar o outro. Se você é religioso você não ama pois, para você, todos aqueles que pensam diferente, ou se comportam de forma diferente, ou não crê naquilo que você crê…você os crucifica. Isto se chama ódio.

2 comentários sobre “O Retrato do desvario

  1. Quando eu tinha 9 anos de idade, recém chegado do interior de São Paulo à Capital, uma jovem vinha evangelizar-me em casa uma vez por semana.
    Lembro que ela contou-me sobre Deus, seu nome, como ele havia construído o mundo, a Terra, o Homem e todos os seres…; No Final ela perguntou-me “vc entendeu? Quer fazer alguma pergunta?” E eu questionei:
    — Quem construiu Deus? Quem fez Deus? Se ele é nosso pai, quem é pai dele?…
    A jovem ficou revoltada, após algumas tentativas e explicações, nunca mais voltou em casa…
    Então eu perguntei a Deus: O QUE FIZ DE ERRADO, SENHOR? EU NÃO SABIA QUE O SENHOR ERA ÓRFÃO!! —– GERALDO JR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s