A Necessidade dos Apegos

dDateiformat: EPS Erzeugt von: Adobe Photoshop Version 3.0 Datum: 19.07.1996 10:00 Uhr Name: 57550/1

Por Ana Burke

.

O Ser Humano não sabe em que se apega, ou porque se apega. A única coisa que ele sabe com certeza, é que precisa, desesperadamente, se apegar, pertencer a alguém, a alguma coisa, a um sistema, a um determinado grupo ou a uma determinada pessoa. A maioria conhece tudo, sabe tudo, e segue o caminho de uma única verdade que tem que coincidir com as suas necessidades de apego. É preciso proteger o objeto do apego, representado por um deus, uma pessoa ou grupo de pessoas porque, sem o objeto do apego, ele está morto, não serve pra nada, e, não é nada.

Quando eu penso e analiso os apegos eu costumo comparar estes apegos a um muro. Quando vivemos cercados por um muro, sabemos tudo, porque podemos observar tudo. Podemos aprender facilmente, tudo, dentro dos limites deste muro, e, como sabemos tudo, somos sábios e possuidores da verdade…como nos ensina “A caverna” de Platão – ou dos sacerdotes egípcios e egípcios em geral – de quem os gregos copiaram a sua filosofia.

Quebrar o muro e nos desvincular dos apegos é praticamente impossivel porque isto destruiria todas as nossas verdades, toda a nossa razão de viver, todos os nossos ídolos de barro. Escalar as montanhas e descobrir o que existe por trás delas, a amplidão, o horizonte, o desconhecido, é uma ameaça maior que o medo da própria morte e como resultado disso, nos enterramos vivos, protegidos pelo muro construído ao nosso redor, a que muitos chamam de “ignorância”.

Perceber/aprender o que ignoramos significa compreender porque o nosso deus é único e, porque, cada um destes deuses , para aqueles que os seguem, também é único. Ao interagir com as coisas do mundo tomamos consciência de que, do lado de fora, por trás do muro, existem milhares de outros deuses, e milhares de outras verdades, tão falsas e fraudulentas como a nossa verdade. O sábio observa e não foge de nenhum ponto de vista diferente do seu; ele pega todas as verdades existentes, das quais toma conhecimento e as coloca em uma peneira juntamente com a sua verdade, peneira tudo e descobre que 99,99% das verdades, são mitos, incluindo a sua verdade. O que sobra, depois de muito trabalho, estudo e análise, é 0,001% daquilo que pode ser considerado como sendo a verdade real. Se não questionamos, engolimos uma “jaca.

Ao quebrar o muro, descobrimos que os nossos apegos nos impediram de conhecer, e saber, o que é, e significa viver; descobrimos que a maioria mata e morre por mentiras; descobrimos que sacrificamos os nossos filhos, tirando-lhes a identidade e a oportunidade de crescer como seres pensantes, ou questionadores, para proteger, as nossas próprias ilusões; descobrimos que fomos manipulados e manipulamos; descobrimos que só precisa realmente ser salvo, aquele que está cercado pelo muro.

Um comentário sobre “A Necessidade dos Apegos

  1. Aos religiosos, apenas uma pergunta retórica: A vida não basta para vocês?
    E obviamente já sabemos a possível resposta em suas mentes pobres…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s