O Improvável “Paulo”

paulo

Paulo chama-se a si mesmo de apóstolo, mas NUNCA ninguém soube, conheceu ou viu Paulo na época em que dizem que ele viveu. Nenhum escritor da época cita Paulo, mesmo sendo dito que Paulo se misturava com governadores, teve seguidores e um público de reis e imperadores.
A imagem de Paulo foi trabalhada a partir do livro de Atos e as epístolas que levam o seu nome, mas o que se pode perceber é que estas duas fontes apresentam duas pessoas radicalmente diferentes e duas histórias diferentes. As histórias e pedacos de história de Paulo e recolhidas a partir das epístolas, são incompatíveis com o conto registrado em Atos e podemos reconhecer claramente toda uma saga construída, uma obra de ficção piedosa.

.

Atos

Paulo em Atos parece uma “peteca” sendo jogado, tirado, trazido, enviado, etc…totalmente subordinado aos apóstolos.
Ele se torna parte dos discípulos (E andava com eles em Jerusalém, entrando e saindo (9,28) Ele é “administrado” pelos anciãos. Tomando-o de noite os discípulos o desceram, dentro de um cesto, pelo muro (9, 25) e Barnabé o “trouxe” para os apóstolos (9,27) e eles o “trouxeram” a Cesaréia e então o “mandaram” para Tarso. Barnabé “trouxe” Paulo de volta a Antioquia (11.26) e, em seguida, com ele foi “enviado” para Jerusalém por causa da fome (11.30) – (como acontece, uma visita a Jerusalém completamente desconhecida para o próprio Paulo).
Os irmãos “enviaram” Paulo em sua primeira viagem missionária (13,4).
E, quando iam passando pelas cidades, lhes entregavam, para serem observados, os decretos que haviam sido estabelecidos pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém.
De sorte que as igrejas eram confirmadas na fé, e cada dia cresciam em número. – Atos 16.4-5.

De Tessalônica, Paulo é “mandado” para Berea pelos irmãos (17,10). Ele também é “mandado” por mar até Atenas (17.14,15). Em Cencréia, Paulo raspa a cabeça porque tinha voto judeu! (18,18).
Embora seu nome seja citado em Atos 177 vezes, “Paulo” NUNCA é parte dos apóstolos e a única vez que ele chega perto disso é em 14:14 onde seu nome segue Barnabé e o plural é usado. Em todos os outros casos, Paulo é uma entidade bastante distinta e implicitamente subordinada aos apóstolos. E isto é surpreendente, uma vez que Atos foi supostamente escrito por Lucas, companheiro e admirador de Paulo.

O Paulo das Epístolas, em contraste, é um maverick bombástico,não representando ninguém, mas a si mesmo e sob a direção de ninguém. É Paulo quem está dirigindo tudo e a todos. Cheio de sua própria importância, em todas as suas cartas Paulo martela a questão de que ele é um apóstolo, que a sua nomeação vem diretamente do divino e cita como “prova” disso o seu próprio sucesso como missionário (por exemplo, 2 Coríntios 2-3) – uma discussão de mérito duvidoso ainda usado por igrejas hoje “Olhe para o nosso sucesso! Temos que estar certos!”
Paulo não faz referência a uma conversão na “estrada de Damasco”, nem a uma origem em Tarso (Jerônimo informou que Paulo era da Galiléia!). Ele não faz nenhuma referência a Chipre e a batalha com um mágico rival, nem se refere ao decreto de Tiago sobre a proibição de alimentos e prostituição. Paulo, ao que parece, não deve nada a ninguém. É um valentão mal-humorado, que desperdiça pouca simpatia com aqueles que não aceitam o seu ponto de vista. Assim, quando ele perde o apoio de Pedro e Barnabé por comer com os gentios, Paulo repreende Pedro publicamente e escreve que ele o renegou de “medo” e Barnabé foi ingenuamente “levado” (Gálatas 2.12,13).

É curioso não existir escritos de judeus rabínicos do 1 º ou 2 º século mencionando um aluno renegado de Gamaliel, que tenha estudado com o mestre da ortodoxia vigorosamente aplicadas em nome dos sumos sacerdotes, e teve uma visão em uma afastada missão. Nem uma palavra emerge dos rabinos sobre o pupilo herege que descartou as proibições do sábado, conclamou seus seguidores a regulamentos dietéticos cansativos desconsideradas do Judaísmo, e pronuncia-se contra a Lei e a circuncisão. Certamente tal renegado não escaparia completamente à atenção dos escribas.

Qual é a probabilidade de que Paulo realmente tenha estudado sob a lei farisaica?
Quanto a mim, sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, e nesta cidade criado aos pés de Gamaliel, instruído conforme a verdade da lei de nossos pais, zelador de Deus, como todos vós hoje sois (At 22.3)?

Paulo claramente tinha dificuldades com o idioma hebraico: todas as suas referências bíblicas são tiradas do grego, da tradução de escrituras judaicas, a Septuaginta.

Qual a probabilidade de que, Paulo, um homem jovem, – supostamente um cidadão romano e vindo da diáspora helenizada ter trabalhado como policial-chefe da ultra-ortodoxia de Jerusalém?
E se Paulo realmente conseguiu tal posição, ele certamente teria tido peixes muito maiores para fritar do que o minúsculo “grupo de Jesus” em Damasco. Lemos em Atos que os apóstolos continuaram a pregar em Jerusalém, mesmo após a morte de Estevão (” Todos eles dispersos … exceto os apóstolos . “- Atos 8.1-2). Então, por que Paulo não foi para os líderes, mais à mão?

“Nada nas cartas de Paulo sugere que este tenha tido qualquer posição oficial no tratamento dos cristãos … Assim, em oposição ao que Lucas diz, ele não poderia ter feito nenhuma prisão, tortura ou encarceramento como forma de forçar os cristãos a reconhecer que eles tinham sido enganados. ” – Murphy O’Connor , Paulo, sua história, p19.

Dado que o Conselho Superior judaico (o Sinédrio ) não tinha nenhuma autoridade para capacitar um caçador de heréticos para operar na cidade independente de Damasco, a viagem de Paulo é ainda mais implausível.

Os quatro Evangelhos não mencionam e nem mesmo sugere um apóstolo pioneiro chamado Paulo.

Saulo, “o flagelo da igreja” não faz nenhum sentido como história -, mas faz uma grande dose de sentido como teologia . ” zeloso judeu vê a luz de Jesus, torna-se cristão. ” O objetivo teológico é tão óbvio como a vinheta histórica é falsa.

Tradução: ABurke

Fonte: http://www.jesusneverexisted.com/saul-paul.htm#lightshow

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s