Fechando o ciclo da vida e voltando ao pó

 

00

Por Ana Burke

Segundo a filosofia de toda e qualquer religião, ninguém poderá atingir a felicidade aqui na Terra, porque todos, por mais espiritualmente perfeitos que sejam tem que conviver com a imperfeição e o sofrimento de outros ditos imperfeitos e pecadores, que merecem o sofrimento, ou por escolha própria, antes de retornar à Terra reencarnado, ou por serem pecadores. pela lógica, pecadores deverão sofrer eternamente e os salvos também, nesta vida, e após a morte, pois não serão todos escolhidos por Deus para entrar no Reino dos Céus, e a maioria estará, de uma forma ou de outra condenada, ou eternamente, ou temporariamente. Neste caso, o sofrimento sempre estaria presente na vida do homem, de uma forma ou de outra.

Aqueles que serão salvos do inferno (os escolhidos por Deus), seres considerados pelas religiões como perfeitos e evoluídos espiritualmente, não poderão ser felizes no céu ou paraíso prometido simplesmente esquecendo-se dos sofredores em outros planos ou aqui na Terra, sendo que muitos destes sofredores seriam membros da própria família a qual pertenceram aqui na Terra. Se este ser, escolhido para viver no paraíso, ignorar os seus no inferno ou no sofrimento, ele não poderá ser chamado espírito evoluído, perfeito, ou merecedor deste paraíso e Deus cometeu um engano. Deus não comete enganos, o que é contraditório. Então, eu suponho que ninguém irá para o paraíso e, se alguém for, não será feliz lá, a menos que tais pessoas tenham perdido totalmente a sua consciência depois de morto e, segundo os ensinamentos dos homens das igrejas, a consciência que ninguém usa enquanto está vivo, vai estar funcionando bem após a morte.

Imaginemos uma família. Se um membro da família adoece gravemente, ou sofre uma violência ou um acidente terrível. Toda a família sente e sofre junto. A família não é feliz quando um de seus membros está sofrendo, a menos que a família fuja ao conceito que se tem de família. Da mesma forma, se entendemos que o planeta é a nossa casa, o nosso lar, e somos todos irmãos, como posso eu não me importar com o sofrimento e o desespero de um de meus irmãos ou filhos?

Falando de religião, todas oferecem a Salvação ou uma vida melhor depois da morte física. Aqueles que esperam a salvação, ou ser feliz depoís da morte, não estão…não são felizes. Eles esperam ser, e quem espera não é…Quem espera está vivendo num futuro imaginário e improvável baseado na fé e aquele que têm fé não raciocina porque se raciocinasse usaria a razão ao invés da fé. Portanto eu não sou obrigada a respeitar um deus ou uma religião que me obrigue a ser irracional.

Você paga uma missa pelas almas? Não adianta.

Você reza pelos mortos.? Não adianta.

Você acende vela pelos mortos ou por um ente querido? Não adianta.

Pelo que a maioria das religiões afirmam, cada um paga pelos seus pecados ou cada um é responsável pela sua própria evolução espiritual. Falando do Cristianismo, a bíblia diz:

Os pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada um morrerá pelo seu pecado. Deuteronômio 24:16

A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniqüidade do pai, nem o pai levará a iniqüidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele. Ezequiel 18:20

Por quê o cristão é irracional e bárbaro? Porque ele não pensa em ninguém a não ser em si mesmo. E se a mãe vai para o inferno? O filho? A filha? Ele vai ser feliz neste paraíso? Qualquer animal pensa e defende a cria, o religioso não.

Pode alguém gozar dos benefícios do paraíso prometido, eternamente, mesmo sabendo que seus filhos ou membros de sua família estão sendo torturados e vão sofrer eternamente no suposto “INFERNO”? Deus garantiu a salvação dos seus entes queridos? Não. Cada um paga pelos próprios pecados.

Esta é a salvação pela qual se perde o caráter, a dignidade e o respeito próprio. Esta é a salvação pela qual muitos matam e morrem.

Este paraíso seria o inferno para aqueles que têm um mínimo de sensibilidade, mas não para o cristão. Ele irá para o paraíso ou não…mas ele nunca pensa que não irá…ele irá…é irracional, e no paraíso só entrarão os irracionais. O fato é que eles perdem a vida, não são felizes, têm baixa autoestima sentindo-se inferiorizados, fazem conversões de pessoas inocentes e incautas trazendo-as para a sua igreja ou a sua religião. E o que é conversão? Eles sabem o que estão fazendo? Não. Não sabem e não pensam nisto. Conversão é uma troca…conversão de moedas, etc. Quando se converte alguém, está se impondo a este alguém a sua religião usando de falsa caridade, ameaças ou chantagens. Quando praticam caridade, não praticam caridade porque desejam ou são caridosos. O fazem em nome do seu deus, da sua religião. A propaganda ou o sermão caminham juntos com a caridade. É a falsa caridade. Outra técnica de conversão usada é a chantagem e a ameaça… “Se não seguir o meu deus você não vai se salvar e será atormentado eternamente no inferno”…Se fizer isto deus castiga”…”Deus está vendo”…Só o meu deus salva”…. Adotam o sofrimento como bandeira e querem que todos sejam iguais a eles ou façam o que eles fazem…e sofrem…se humilham…rastejam…imploram…adoram…oram…comem grama, etc… O paraíso é uma promessa vazia de homens que arrecadam dinheiro e ficam muito ricos com a ignorância e irracionalidade destes servos…dizem que possuem livre arbítrio… E vão todos para o Inferno que significa SEPULTURA na bíblia…COVA…

Não entenderam ainda o que significa “vir do pó e voltar a ser pó?”…ou …”foram feitos de barro e voltarão a ser barro?”. O espírito se salva…MENTIRA. Nunca existiu isto no Velho Testamento. Deus ensinou errado e Jesus ensinou certo? Decida! Qual é o seu deus? Um deus pode contradizer o outro? Chamar o outro de mentiroso…abolir as leis do outro que criou tais leis? Por que estou perguntando? A fé é irracional.

“Com o suor do teu rosto comerás teu pão, até que te tornes ao solo. Pois dele foste tirado. Pois tu és pó e ao pó tornarás.” Gênesis 3, 19

“Tudo caminha para um mesmo lugar; tudo vem do pó e tudo volta ao pó.” Eclesiastes 3, 20


*****

Funeral de Um Lavrador
Chico Buarque

Esta cova em que estás com palmos medida
É a conta menor que tiraste em vida
É a conta menor que tiraste em vida

É de bom tamanho nem largo nem fundo
É a parte que te cabe deste latifúndio
É a parte que te cabe deste latifúndio

Não é cova grande, é cova medida
É a terra que querias ver dividida
É a terra que querias ver dividida

É uma cova grande pra teu pouco defunto
Mas estarás mais ancho que estavas no mundo
estarás mais ancho que estavas no mundo

É uma cova grande pra teu defunto parco
Porém mais que no mundo te sentirás largo
Porém mais que no mundo te sentirás largo

É uma cova grande pra tua carne pouca
Mas a terra dada, não se abre a boca
É a conta menor que tiraste em vida
É a parte que te cabe deste latifúndio
É a terra que querias ver dividida
Estarás mais ancho que estavas no mundo
Mas a terra dada, não se abre a boca.

Todos terão os seus sete palmos de terra, povo do deus de Israel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s