Quem é Deus? Quem é o Pai?

Deus

Por Ana Burke
A maioria das pessoas necessitam desesperadamente de um Pai. A Mãe não é tão importante. O Pai é sempre o mais poderoso, aquele que provê todas as necessidades, forte, ampara o fraco, dá suporte aos covardes, faz milagres, aplica castigos e promete recompensas.  A mãe, no máximo, intercede pelos infelizes junto ao Pai. O governo também é Pai e tem a obrigação de suprir as necessidades da maioria como por exemplo: água, esgoto, saúde, educação, segurança, etc. E como acreditamos que é obrigação do governo Pai  decidir e governar, os crentes e dependentes do sistema pedem e esperam, por toda a vida, chover maná do céu. Todos os crentes são pedintes e sempre justificam e transformam em suas mentes, o ruim, e criminoso, em perfeito poderoso, amoroso e justo. Os impostos são fixados pelo Pai governo e deveria este dinheiro retornar em forma de benefícios para o próprio povo, o que não acontece, mas não importa, o Pai é perfeito. A maioria da população acredita que Política e Religião nunca devem ser discutidas e assim ignoram os seus direitos e deveres, votam e pensam que o seu voto pode decidir alguma coisa, simplesmente votando, e o candidato eleito vai resolver os problemas que ela mesma poderia resolver. E enquanto esperam, vivem de esperança permitindo por um determinado tempo que políticos corrúptos e incompetentes usem o seu dinheiro para benefício próprio e dos seus. É sempre proibido questionar o Pai. É pecado, blasfêmia. Como nos disse Jesus, o Pai nos alimentará: 
“Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis…Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou o que haveis de beber, e não andeis inquietos.” (Lucas 12:22-29).”
Portanto, o Pai sabe das necessidades de todos e NINGUÉM que segue o Pai morrerá de fome, e se alguém morrer de fome, mesmo que seja uma criança de meses de idade, morreu porque não aceitou o Pai, não acreditou no pai, não temeu o Pai, não amou o Pai, não prestou homenagens ao Pai, não adorou o Pai, ou não pertencia a uma seita católica ou evangélica ou cristã qualquer. 
O Pai governo e o Pai do céu usam as mesmas táticas para obter obediência incondicional dos filhos. Os obedientes são salvos e os desobedientes morrem e, como nos mostra a história das religiões, com a cumplicidade e participação dos obedientes ou adestrados. O filho que ousa criticar qualquer das ações do Pai, blasfemar, morrerá e será atormentado eternamente no inferno como se observa em Levítico 24:16:
“E aquele que blasfemar o nome do Senhor, certamente morrerá; toda a congregação certamente o apedrejará; assim o estrangeiro como o natural, blasfemando o nome do Senhor, será morto.” 
O Pai sempre promete, assim como os políticos prometem. Então temos que o crente na política que, normalmente, é o mesmo crente religioso. Ele vota naquele que o padre ou pastor manda, e como os religiosos são maioria, todas as mazelas e misérias pelas quais passa a sociedade, falta de hospitais, de escolas, estradas, segurança, etc, é consequência da fé, tanto no sistema político como no sistema religioso. Muitos passam a vida esperando, pedindo, orando e agradecendo pelas migalhas que acreditam, vão cair do céu. E enquanto espera por milagres a vida passa e a morte chega. O Pai dá, e o Pai tira, o Pai castiga e o Pai recompensa, assim como o adestrador castiga e recompensa o cão, quando o está ensinando a obedecer e a defender o seu dono. Deus, ou o sistema tudo vê, tudo sabe, está em todos os lugares ao mesmo tempo e vigia os pensamentos e ações de todos não deixando que nada saia do seu controle. Tudo o que se consegue vem do Pai, o carro, a casa, as roupas, a comida, desde que sigam a risca todas as exigências deste Pai. Não nego que a maioria realmente necessita de um Pai, são dependentes, inseguros, pobres de espírito,  e não saberiam viver sem acreditar em milagres ou na ajuda de um pai. Só não entendem que o verdadeiro Pai é ele mesmo e o seu próximo e, aquele que condenamos, julgamos, discriminamos ou maltratamos hoje, talvez venha a ser o amigo e Pai com o qual poderemos contar no futuro.
***
RETRATO DE DEUS….RETRATO DO PAI
Na angústia invoquei ao Senhor, e clamei ao meu Deus; desde o seu templo ouviu a minha voz, aos seus ouvidos chegou o meu clamor perante a sua face. Então a terra se abalou e tremeu; e os fundamentos dos montes também se moveram e se abalaram, porquanto se indignou. DAS SUAS NARINAS SUBIU FUMAÇA, E DA SUA BOCA SAIU FOGO QUE CONSUMIA; CARVÕES SE ACENDERAM DELE. Abaixou os céus, e desceu, e a escuridão estava debaixo de seus pés. E montou num querubim, e voou; sim, voou sobre as asas do vento. Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus. Ao resplendor da sua presença as nuvens se espalharam, e a saraiva e as brasas de fogo. E o Senhor trovejou nos céus, o Altíssimo levantou a sua voz; e houve saraiva e brasas de fogo. Mandou as suas setas, e as espalhou; multiplicou raios, e os desbaratou. Então foram vistas as profundezas das águas, e foram descobertos os fundamentos do mundo, pela tua repreensão, Senhor, ao sopro das tuas narinas. Salmos 18: 6-15

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s