Ateus enfrentam a morte em 13 países, a discriminação é mundial: estudo

ee3b4aae432ba8d4830eadd6132c9536

Por Robert Evans

(Reuters) – Em 13 países ao redor do mundo , todos eles muçulmanos , pessoas que defendem abertamente o ateísmo ou rejeitam a religião oficial do estado Islamico encaram execução, de acordo com um estudo detalhado emitido na terça-feira.

E além das nações islâmicas, até mesmo alguns dos governos aparentemente mais democráticos do Ocidente, os cidadãos que não têm nenhuma crença em um deus sofrem discriminação ou podem ir para a prisão por crimes de blasfêmia, disse.

O estudo, o Relatório Freethought de 2013, foi emitida pela União Internacional Humanista e Ética (IHEU), órgão mundial que une os ateus , agnósticos e outros céticos religiosos, para marcar o Dia das Nações Unidas dos Direitos Humanos na terça-feira .

“Este relatório mostra que a esmagadora maioria dos países não respeitam os direitos dos ateus e livres-pensadores, embora tenham assinado acordos das Nações Unidas para o tratamento de todos os cidadãos igualmente “, disse o presidente IHEU Sonja Eggerickx .

O estudo abrangeu todos os 192 Estados-membros da ONU e advogados envolvidos e especialistas em direitos humanos consultando livros do estatuto, registros judiciais e contas de mídia para estabelecer a situação global.

A primeira pesquisa de 60 países no ano passado mostrou apenas sete onde a morte, muitas vezes por decapitação pública, é a punição para qualquer blasfêmia ou apostasia – renúncia a crença ou a mudança para outra religião que também é protegido sob acordos da ONU.

Mas o estudo mais abrangente deste ano mostrou mais seis, trazendo a lista completa para o Afeganistão, Irã, Malásia, Maldivas, Mauritânia, Nigéria, Paquistão, Qatar, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Emirados Árabes Unidos e Iêmen.

Em outros, como a Índia, em um caso recente envolvendo um dos maiores críticos da religião, os humanistas dizem que a polícia muitas vezes relutam ou não querem investigar assassinatos de ateus realizados por fundamentalistas religiosos.

Em todo o mundo , segundo o relatório , “há leis que negam o direito de existir, revogar sua cidadania, restringir o seu direito de se casar, obstruir o acesso à educação pública, impedi-los a trabalhar para o Estado ” ateus …. “

A crítica da fé religiosa ou mesmo estudo acadêmico sobre as origens das religiões é frequentemente tratado como um crime e pode ser equiparado ao crime de blasfêmia do capital, ele afirmou.

.

União Européia

A IHEU, que tem organismos membros em cerca de 50 países e apoiadores em maior número onde essas organizações são proibidas, disse que não havia discriminação sistemática ou grave contra ateus nos 27 países da União Europeia.

A situação era grave, na Áustria, Dinamarca, Alemanha, Grécia, Hungria, Malta e Polónia, onde as leis de blasfêmia pode acarretar penas de prisão de até três anos sob a acusação de ofender a religião ou crentes.

Nestes e em todos os outros países da UE, com exceção da Holanda e da Bélgica, que o relatório classificado como ” livres e iguais “, não havia discriminação sistemática em toda a sociedade favorecendo as religiões e os crentes religiosos.

Nos Estados Unidos, ele disse que, embora a situação se mostrasse “principalmente satisfatória” em termos de respeito legal pelos direitos dos ateus, houve uma série de leis e práticas” que equivalem ser religioso de ser americano”.

Na América Latina e no Caribe, os ateus enfrentaram discriminação sistêmica, na maioria dos países, exceto no Brasil, onde a situação era ” principalmente satisfatório “, e Jamaica e Uruguai que o relatório julgou como “livres e iguais”.

Em toda a África , os ateus enfrentam graves violações ou sistêmicas de seus direitos à liberdade de consciência, mas também graves violações em vários países, incluindo Egito, Líbia e Marrocos, e Zimbabwe nominalmente cristã e a Eritreia.

Tradução: Ana Burke

Fonte:

http://www.reuters.com/article/2013/12/10/us-religion-atheists-idUSBRE9B900G20131210

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s