O Batismo, e a entrada pela porta estreita

bebe-recebe-o-sacramento-do-batismo-na-igreja-ortodoxa-da-georgia-na-capital-tbilisi-ate-500-criancas-sao-batizadas-nas-cerimonias-em-massa-1342206959268_956x500

Por Ana Burke

Uma criança nasce livre, mas não fica livre por muito pouco tempo. Depois de alguns dias de vida o seu adestramento já é iniciado pelo batismo, a porta estreita que conduz à morte mental e à subserviência.

_______________________________________

A criança é uma propriedade dos pais e passa a ser também uma propriedade da igreja e do poder. E em pouco tempo ela estará treinada para dobrar a cerviz, ou seja, abaixar a cabeça, se ajoelhar e repetir orações. Mas mesmo assim, apesar de nunca ter escolhido coisa alguma, ela é direcionada a acreditar que possui livre arbítrio. Ela nunca vai entender que o seu destino já estava traçado. Quando esta nasce de servos, serva ela será.

_______________________________________

O livre arbítrio é o argumento do Senhor para fazer o “pobre de espírito” acreditar que ele tem poder de escolha. O que existe, na verdade, é uma violação de direitos, desde o nascimento até a morte física, porque o início da morte encefálica do servo começa no batismo.

_______________________________________

Jesus, porém, disse-lhes: Em verdade, vós bebereis o cálice que eu beber, e sereis batizados com o batismo com que eu sou batizado; Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; Marcos 10:39 e Romanos 6: 3-4

_______________________________________

Jesus não é deus. Ele é o servo dileto e amado do deus dos exércitos e da morte. Portanto Jesus também carrega com ele desgracas e servidão da mesma forma que seu pai, o deus que estupra, tortura e mata mulheres e criancas.
Ele é o servo que dá a vida para pelo poder dominante e ensina outros servos a fazer o mesmo. Todos tem que segui-lo, usar coroas de espinhos, carregar a sua cruz e dar a face para o inimigo. Jesus ensina todos a serem covardes.

_______________________________________

Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Romanos 14:8

Morrer para o Senhor significa não aceitar o Senhor, não aceitar as suas leis, a servidão. Este está morto e mortos ou vivos, pertencem ao Senhor.

_______________________________________

Na sociedade temos uma hierarquia, com o SENHOR no topo, e os servos dispostos logo abaixo de acordo com a sua fidelidade e importância dentro do sistema. Assim não temos apenas um Senhor, mas vários senhores a quem temos que servir sendo que, o servo mais importante, o escolhido do SENHOR, o mais poderoso dos servos, está sentado à sua direita, é o seu braço direito, é o espelho no qual os outros devem mirar. Ele é o caminho para se chegar ao SENHOR e não existe outro caminho. Além de ser o único caminho, ele é também a única verdade. Não existe outra verdade, e fora desta crença não há vida, não há salvação, é a condenação e a morte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s