Bíblia: Interpretação da oração do Pai Nosso.

0

Por Ana Burke

.

1. Pai nosso, que estás nos céus,

O Pai não está perto ou entre as pessoas ou a humanidade. Ele está longe, lá no Céu ou acima, num nível superior. Ele não se mistura com a massa de humanos. Ele julga e decide. Portanto o livre arbítrio é uma ilusão dos seres humanos que estão sempre ajoelhados e adorando algo que nunca está entre eles e não os conhece.

O conceito ou idéia de “Deus é um Pai que está no Céu” entra em contradição com o que se entende por Pastor, desde que o bom Pastor deveria estar perto do seu rebanho, alimentar e curar este rebanho de suas feridas, recolher e acolher a cada um, abrigar. Mas o conceito de Pastor também nos diz que Ele e suas ovelhas tem realidades diferentes. Enquanto as ovelhas se alimentam de capim, pastam, o pastor nunca vai comer do mesmo capim. As ovelhas são o seu cardápio quando este sentir fome. Ele se alimenta das ovelhas, do seu sangue, da sua carne e do seu cérebro.

E prepararás um cordeiro de um ano sem mancha, em holocausto ao Senhor, cada dia; todas as manhãs o prepararás. Ezequiel 46:13

Deus então, o seu pastor, exige, gosta e se compraz sacrificando as suas ovelhas ou cordeiros. Os cordeiros são criados para serem sacrificados.

E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte. Apocalipse 12:11

Só se pode vencer se o sangue do cordeiro for derramado, se o cordeiro for sacrificado. O cordeiro não pode amar a sua vida. Ele deve doar a sua vida, e nunca vai saber que está destinado a morrer, ou que está sendo sacrificado. Jesus representa o cordeiro que foi sacrificado para salvar a humanidade dos seus pecados. Mas o que significa isto?

Cordeiro de Deus ou em latimAgnus Dei, é uma expressão utilizada no cristianismo para se referir a Jesus Cristo, identificado como o salvador da humanidade, ao ter sido sacrificado em resgate pelo pecado original.”Eis o Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo” (João, 1:29).

Cordeiro de Deus significa aquele que NÃO TEM VONTADE PRÓPRIA, nasceu para morrer e alimentar o seu pastor, vai ser sacrificado,  O Pastor é Deus e os executores da vontade de deus são os sacerdotes.  Eles cuidam para que as ovelhas nunca saibam o que realmente está acontecendo com elas.

Slide35

images (6)

Desde a fundação do cristianismo muitos e muitos cordeiros vem sendo sacrificados. E todos os dias, em todas a missas, acontece o ritual do sacrifício e o nome de Jesus é usado para simblizar o cordeiro sacrificado. Mas nenhuma pessoa alí, realmente sabe o que significa este ritual. Na verdade, ela está comemorando a sua própria morte e doando-se como vítima  do sacrifício. 

“Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim não abriu a sua boca. Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; E quem contará a sua geração? Porque a sua vida é tirada da terra.” Atos 8:32-34

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:1-2

Quando se adora o Jesus sacrificado está se adorando a si próprio sacrificado. Para entender isto mais claramente, basta ler os sinais, que são muitos.

Comer o corpo e beber o sangue do cordeiro. Você é o cordeiro, a ovelha.

E em homenagem a quem o cordeiro ou a ovelha será sacrificada? A Deus

E quem é Deus? É aquele que tem o poder da vida e da morte. Aquele que está no céu, é todo poderoso, Senhor dos exércitos,

A cruz, sempre exibida nas igrejas e que pode ser vista em monumentos, está em nossa casa, nos cemitérios e que a maioria carrega no pescoço ou outro lugar do corpo e faz parte da nossa vida, nunca vai nos deixár esquecer que somos os cordeiros, as ovelhas de Deus, e a cruz é o  nosso destino. Ela simboliza a  nossa submissão e disposição para sacrificar ou ser sacrificado.

————————————————————————————–

2. santificado seja o teu nome;

O nome de Deus é santo. Santificar o nome de Deus não é uma opção, mas uma obrigação. É o mesmo que ajoelhar várias vezes ao dia, citar orações, prestar homenagens, adorar. Deus é o Espírito Santo:

Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo Marcos 3:29

E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. Isaías 6:3

Eu sou o Senhor, vosso Santo, o Criador de Israel, vosso Rei.Isaías 43:15

E farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo Israel, e nunca mais deixarei profanar o meu santo nome; e os gentios saberão que eu sou o Senhor, o Santo em Israel. Ezequiel 39:7

O nosso redentor cujo nome é o Senhor dos Exércitos, é o Santo de Israel. Isaías 47:4

Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias. Atos 1:5

E tomarás o carneiro das consagrações e cozerás a sua carne no lugar santo; Êxodo 29:31

Slide32

Estes são ALGUNS dos cordeiros do deus dos exércitos, e do deus da morte. Aqueles que foram sacrificados para tirar os pecados do mundo (opositores da igreja).

Slide37

Pecado não é aquilo que a maioria pensa que é. Pecado não é desobedecer pai e mãe, muito pelo contrário, a desunião e brigas na família é algo incentivado pelas religiões, é algo bom porque pessoas unidas e felizes não procuram a igreja. É necessário que não exista união entre as pessoas, que elas NÃO se sintam bem junto com seus familiares e amigos fora do meio religioso. Quanto mais problemas maior é o poder do deus dos exércitos, mais ovelhas para o sacrifício e mais ouro e dinheiro para os seus cofres.  O pecado é a oposição a tudo isto. O pecado é a oposição às instituições instituídas e estabelecidas. O pecador é o não portador da fé e que usa o livre pensamento e a razão. Martinho Lutero nos explica isto muito bem. Exemplos:

  Martinho Lutero, sobre a Razão

“ Quem quiser ser um cristão deve fazer a intenção de silenciar a voz da razão.

“Quem quiser ser um cristão, deve arrancar os olhos de sua razão.”

“Cristo quer matar a razão e subjugar a arrogância dos judeus.”

 O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus (Cordeiro exemplo para as outras ovelhas ou cordeiros), nosso Senhor. Romanos 6:23

Porque pela graça sois salvos (salvos da morte, de serem sacrificados como foi Jesus), mediante a fé (acreditar sem pensar, não usar a razão); e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Efésios 2:8-9

Padre Paulo Ricardo

NA MISSA, são perdoados os pecados veniais, mas não os pecados mortais. E acrescenta que o pecado é algo contra a caridade, contra o amor,  e que nós nascemos para amar. Se fecharmos a porta para o amor, isto comporta a morte espiritual e este pecado é chamado de MORTAL. O pecado MORTAL é aquele que  é resultado de um ato considerado grave.  O pecado grave ou mortal é a desobediência dos dez mandamentos.

Catecismo da Igreja Católica

Para que um pecado seja mortal, três condições devem ser juntamente alcançadas: Pecado mortal é o pecado cujo objeto é matéria grave e que é também cometido com pleno conhecimento e consentimento [,,,] a matéria grave é precisada pelos Dez Mandamentos…” O Catecismo, mais além, afirma que o pecado mortal “Acarreta a perda da caridade e a privação da graça santificante, isto é, do estado de graça. Se este estado não for recuperado mediante o arrependimento e o perdão de Deus, causa a exclusão do Reino de Cristo e a morte eterna no inferno…”

Observação: Os conceitos de pecado mortal e venial não são bíblicos.

 Papa Francisco

Para a igreja, é extremamente importante pessoas infelizes, sofredoras, amarguradas, carentes, pobres, sem esperança, que se sintam culpadas e estão dispostas ao sacrifício. Estas são as pessoas que alimentam e sustentam as religiões. Em muitos países, negar a religião, equivale a uma sentença de morte. E no cristianismo não era diferente até há alguns anos atrás.

Slide38

VATICANO, 27 Set. 13 / 03:53 pm (ACI/EWTN Noticias).- A prova para compreender se um cristão é um cristão realmente está na “capacidade de suportar com alegria e paciência as humilhações”.

O Papa advertiu os cristãos sobre o perigo das “tentações do bem-estar espiritual“,

E esta é a tentação do bem-estar espiritual. Temos tudo: temos a Igreja, temos Jesus Cristo, os sacramentos, a Virgem Maria, tudo, um bom trabalho para o Reino de Deus; somos bons, todos. Porque pelo menos temos que pensar isto. Porque se pensarmos o contrário é pecado! Mas não basta. Com o bem-estar espiritual até um certo ponto.

Como o jovem que era rico: ele queria ir com Jesus, mas até um certo ponto. Falta essa última unção do cristão, para ser um cristão realmente: a unção da cruz, a unção da humilhação. Ele se humilhou até a morte, a morte de tudo. Esta é a pedra de comparação, a verificação da nossa realidade cristã: Eu sou um cristão de cultura e bem-estar? Ou eu sou um cristão que acompanha o Senhor até a cruz? O sinal é a capacidade de suportar as humilhações.

O escândalo da cruz, no entanto, continua a bloquear muitos cristãos. Todos, diz o Papa, querem ressurgir, mas “nem todos” pretendem fazê-lo pelo caminho da cruz. E, ainda mais, se queixam das injustiças ou afrontas sofridas, comportando-se contrariamente ao que Jesus fez e pede para imitar.

A verificação se um cristão é um cristão realmente é a sua capacidade de suportar com alegria e paciência as humilhações […] Esta é a escolha: ser cristão do bem-estar – que vai para o Céu, certo de salvar-se! – ou ser o cristão que está próximo a Jesus, pelo caminho de Jesus.

————————————————————————————–

3. Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;

Significado de Reino:

s.m. Nação ou Estado governado por príncipe reinante que tem título de rei: o reino da Dinamarca.
Fig. Domínio, lugar ou campo em que alguém ou alguma coisa é senhor absoluto.
Reino de Deus, expressão evangélica que significa a atualização da realeza eterna de Deus.
Reino celeste, reino eterno, reino dos céus, o paraíso cristão, o céu. Sinônimo de reino: MONARQUIA

O teu reino é um reino eterno; o teu domínio dura em todas as gerações. Salmos 145:13

Porque o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder.1 Coríntios 4:20

Deus está sentado num trono (COMO UM REI), usa uma coroa e ESTÁ NO CÉU. Portanto, NÃO ESTÁ NA TERRA e nem em meio aos humanos. Ele não se mistura com a massa ou com os cordeiros. Ele é feito de outra substância e se alegra com o cheiro do cordeiro ou ovelha sendo queimados. Isto agrada ao Senhor. DEUS é o nosso adestrador, o pescador de homens, o nosso evangelizador.

O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.
Mateus 6:9-13

http://www.worldfuturefund.org/wffmaster/Reading/Religion/Martin%20Luther.htm

Martin Luther, On the Jews and Their Lies (1543)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Martinho_Lutero

http://www.acidigital.com/noticia.php?id=26112

Um comentário sobre “Bíblia: Interpretação da oração do Pai Nosso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s