O Perfeito nunca gera o Imperfeito

163348_4797769075340_1290071378_n

Por Ana Burke

Acreditar numa força superior e que rege as nossas ações, pode nos direcionar para a felicidade, ou alienação.

A forca divina, fonte de luz e paz, só existe se vier de uma fonte pura e verdadeira.

A sensaçao de possuir o Poder Divino em nossas vidas é algo inexplicável, maravilhoso e a Sua existência dentro de nós é de uma extensão  que não se define. Qualquer tentativa neste sentido, é o mesmo que tentar medir o infinito inacessível e insondável da alma

Esta Energia pode ser sentida, mas jamais medida ou compreendida, porque é algo que nenhum homem pode tocar, ou explicar e muito menos dogmatizar. Mas apesar de não poder tocá-la, todos nós somos tocados por Ela.

Se os olhos, acostumados às trevas, vê a luz, é cegado por ela, mas a luz que vem de uma fonte divina ao invés de cegar, nos faz ver, ouvir, amar, vibrar, abencoando a todos e tudo que tocamos. Quem é abencoado pode abencoar, doar bencãos, mas quem é  doente faz outros doentes, quem não tem paz tira a paz, quem não tem amor não espalha amor, porque isto é parte da lei, cada um doa aquilo que tem em abundândia, assim, para o doador e possuidor da paz, o pensamento em relacão a algo que se opõe a isto não existe.

Quem tem a característica de identificar e classificar o ser humano em pecador e santo, não entende nem de pecado, nem de santidade. Normas insensatas, injustas, desonestas ou classificatórias criam monstros, ou infelizes ou incapacitados, não fazendo parte da perfeicão da divindade perfeita.

O perfeito nunca, jamais,  gera o imperfeito.

De uma fonte pura não sai água contaminada.

Ninguém pode captar a luz do sol para si e dizer que é dono dela e, da mesma forma é a verdade, ninguém pode ser dono dela ou encarcerá-la. Ela se espalha e teima em subsistir e um dia será conhecida de todos e por todos. Uma bactéria, invisível a olho nú e considerada inferior, mas ela é capaz de matar. tanto o inferior quanto o superior. Mas o inferior pode matar a si mesmo quando acredita no inferior e superior. E o superior, tem inferioridades que ninguém imagina. Divindades perfeitas nunca faria  ninguém superior ou inferior,  desde que o espírito que move a todos, é o mesmo.

É funcão das religiões deveria ser a de elevar as pessoas espiritualmente, nunca o contrário. Se um professor disser a um aluno que ele é incapaz de aprender e o chama de retardado, por mais capacitado que este seja, se ele acreditar nisto, é o que ele será, retardado.

Da mesma forma acontece com os fiéis dentro das igrejas quando lhes são ensinadas doutrinas corrompidas. Tudo o que se diz a elas pelos “doutores em Deus”, elas acreditam, e se alguém disser o contrário será um inimigo da “sua fé”, da sua igreja, do seu pastor ou padre e até do seu deus.  Ninguém acredita nas escrituras e nem lê as escrituras com atencão para verificar se o que ela está ouvindo é verdade.  Elas são condicionadas a nunca ler a bíblia por si mesmas de forma a estudar isto usando a razão. O que elas ouvem do sacerdote está correto e nunca diga a ela que não está correto porque dentro da igreja lhe foi sugada totalmente a capacidade de raciocínio e do uso da razão.

Perceber, ver, procurar a verdade pra quê? Enxergar a verdade dói muito. Não importa se  um mentiroso tirou a sua vida e a sua liberdade de ser e de viver, o conforto da mentira ainda é melhor do que conhecer a verdade.  Se forem tiradas dos fiéis as velas, a cruz, os santos e Maria, acabou toda a razão de viver porque muitas pessoas só tem isto na vida. Elas não tem mais a si mesmas.

A palavra fé e o sentido que se dá a fé, ou seja, possuir e ser portador da fé, hoje, não é mais uma bençao, mas uma maldicão.

A fé se transformou em sinônimo de ignorância, ou seja, ser portador da fé indica submissão à mentiras perpetradas por crencas religiosas. É uma palavra vazia que vem servindo para se estabeler e enraizar uma relacão de poder/submissão. Conhecer a si mesmo não é fácil,  exige trabalho, estudo, crescimento, reflexão e pensar. Infelizmente a maioria nunca passa nem perto disso. 

É ensinado e repetido até a pessoa inculcar que ter fé é acreditar e passa-se a impressão à elas que se não acreditar cegamente se está pecando. Portanto, é pecado duvidar.

Não se pode duvidar ou mesmo se perguntar: Será que não estou expondo os meus filhos inocentes à uma violência e ao contato de crencas falsas que poderão influenciar toda a sua vida? Será que pelos meus filhos não vale a pena ler um pouco mais?  Tentar aprender mais? Conhecer e ter certeza? pesquisar? tentar interpretar os sinais?

As preocupacões, que deveriam ser a de instruir e ensinar os evangelhos, tomaram outro rumo, o da insanidade. Ao invés de instruir os fiéis e os direcionarem em direcão a divindade perfeita que ama incondicionalmente o ser humano e deseja a elas também a perfeicão e a felicidade a eles, estes sacerdotes os ensinam que estes devem se humilhar e a humilhacão manda pra longe a perfeicão divina. Castigar o corpo é o mesmo que destruir a morada da divindade maior e perfeita. 

TODOS somos filhos da mesma divindade, todos que estão vivos tem a mesma matriz, e ninguém está aqui por acaso. Todos estão aqui porque esta divindade assim o deseja, Portanto, se a religião, por qualquer motivo discrimina, ela não vem de uma fonte pura e divina. Quem discrimina outros, homossexuais, ateus, negros, índios, MULHERES, está muito longe da divindade criadora e perfeita. Está muito longe da paz e vive na hipocrisia de uma falsa religião.

Cada um, na sua crenca, tem certeza de que esta é perfeita, mas no caso do cristianismo por exemplo, é absurdo a preocupacão deles com sexo.

Ao invés de se preocuparem em ensinar as escrituras de forma correta, os falsos profetas se especializaram em sexo, em impor regras relativas ao coito, decidindo,  vigiando os fiéis e a sua vida sexual. E se administra se as pessoas estão ou não tendo relaçoes sexuais, como são estas relaçoes sexuais, com quem, se os parceiros são de sexos diferentes ou do mesmo sexo, se devem ou não usar preservativos, se os casamentos devem ser monogâmicos ou poligâmicos, se eles estão cometendo adultério, se a noiva é realmente virgem e dão a entender que somente as virgens são puras, quem nunca tem relacões sexuais se transforma em santo, os homossessuais são pecadores, as prostitutas são umas perdidas, os casais devem manter a castidade mesmo casados somente tendo relacões sexuais com o fim de procriar, é pecaminoso sentir prazer quando se tem relacões sexuais, masturbacão é pecado e, por séculos, foi ensinado a mulher que ela era inferior ao homem, sendo o sexo coisa suja, imunda, pecado.

Todos são escravisados tendo que justificar suas açoes, palavras, pensamentos, sendo retirado delas o seu livre arbítrio ficando sem alternativa, sem escolha para ser e viver como desejar. Sem nenhuma opçao de prazer e felicidade que, talvez, possa vir depois da morte e, mesmo assim, se cair nas graças de um deus que o julgará rigorosamente de acordo com as regras passadas pelas religiões.

 

Se Deus é perfeicão, amor, compreensão, um verdadeiro pai. as religiões estão muito longe de Deus e,  dentro de uma igreja, com certeza, Deus não está.

O perfeito nunca gera o imperfeito e nem o superior gera o inferior. Portanto, se somos pecadores, imperfeitos ou inferiores, não viemos de Deus, ou então, Deus não é perfeito.

(Proibida a cópia total ou parcial sem o devido crédito ao autor) 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s