Alerta: amônia encontrada em alimentos do McDonald: Chef Oliver ganha processo

Imagem

 

O chefe Jamie Oliver ganhou uma batalha longa lutando contra uma das maiores cadeias de fast food do mundo – McDonalds. Depois que Oliver mostrou como os hambúrgueres do McDonald são feitos, a franquia finalmente anunciou que vai mudar a sua receita, e ainda não se ouviu um pio sobre isso no mainstream, a mídia corporativa.

Oliver explicou várias vezes para o público, ao longo de vários anos – em documentários, programas de televisão e entrevistas – que as partes gordas da carne são “lavadas” em hidróxido de amônia e usadas no recheio do hambúrguer. Antes deste processo, de acordo com o apresentador, a comida é considerada imprópria para consumo humano.

De acordo com o chef e entusiasta de hambúrguer, Jamie Oliver, que empreendeu uma guerra contra a indústria do fast food, “Basicamente, nós estamos levando um produto que seria vendido na forma mais barata para cães que após este processo, está sendo dada para os seres humanos. “

Além da baixa qualidade da carne, o hidróxido de amônio é prejudicial à saúde. Oliver cunhou isto de o “processo de lodo rosa”.

“Por que qualquer pessoa sensível colocaria carne cheia de amônia na boca dos seus filhos?”, perguntou Oliver.

Em uma de suas manifestações, Oliver demonstra para crianças como nuggets são feitos. Depois de selecionar as melhores partes do frango, os restos (gordura, pele e órgãos internos) são processados ​​e fritos.

Most disturbing of all is the horrifying fact that because ammonium hydroxide is considered part of the “component in a production procedure” by the USDA, consumers may not know when the chemical is in their food.

Nos Estados Unidos, no entanto, Burger King e Taco Bell já haviam abandonado o uso de amônia nos seus produtos. A indústria alimentar utiliza hidróxido de amónio como um agente anti-microbiano nas carnes, o que permitiu ao McDonald utilizar de outro modo a “carne intragável.”

O mais preocupante de tudo isto é o fato de que, devido ao terrível hidróxido de amónio serconsiderado como parte do “componente de um processo de produção” pelo USDA, o consumidor não tem como saber quando o produto químico está na sua alimentação.

Sobre a amônia

Imagem

amônia ou amoníaco (NH3) é uma molécula formada por um átomo de nitrogênio ligado à três de hidrogênio. É obtida por um processo famoso chamado Haber-Bosch que consiste em reagir nitrogênio e hidrogênio em quantidades estequiométricas em elevada temperatura e pressão. É a maneira de obtenção de amônia mais utilizada hoje em dia. Esse processo leva o nome de seus desenvolvedores Fritz Haber e Carl Bosch.

À temperatura ambiente e pressão atmosférica, a amônia é um gás incolor, tóxico e corrosivo na presença de umidade. O que o torna altamente perigoso em caso de inalação. É também inflamável, de um odor muito irritante (em concentrações não muito elevadas, tem semelhança ao odor de urina) e solúvel em água. Transporta-se esse gás na sua forma liquefeita dentro de cilindros de aço sob muita pressão.

Utilizada em compostos de agente refrigerante, na preparação de fertilizantes como nitrato de amônia, superfosfatos e nitrogenados que são soluções de amônia e nitrato de amônia, sais de amônia e uréia. Na indústria petroquímica a amônia é utilizada como base para neutralizar ácidos provenientes do óleo cru a fim de proteger da corrosão os equipamentos pelos quais esse óleo vai passar. Largamente utilizada para a extração de metais como cobre, níquel e molibdênio de seus respectivos minérios.

Como já foi dito, a amônia pode ser um gás muito tóxico se inalado e/ou ingerido. Causando grande irritação nas vias respiratórias, boca, garganta e estômago. Sua inalação pode causar dificuldades respiratórias, inflamação aguda do sistema respiratório. Mas contanto que sempre sejam usadas máscaras apropriadas para gases e sempre se esteja atento para qualquer vazamento, a amônia pode ser usada tranquilamente.

Fontes:

http://www.infoescola.com/compostos-quimicos/amonia/

http://www.vaticancrimes.com/

Um comentário sobre “Alerta: amônia encontrada em alimentos do McDonald: Chef Oliver ganha processo

  1. Fritz Haber , foi um químico alemão, laureado com o Nobel de Química de 1918, pela descoberta da síntese do amoníaco, importante para fertilizantes e explosivos. A produção de alimentos para metade da população atual depende deste método e para a produção de fertilizantes. Ele era Polonês e JUDEU, foi o criador também da guerra química,Organizou o departamento de guerra química do Ministério da Guerra da Alemanha, responsável pelo uso de certos gases durante a Primeira Guerra Mundial (entre os anos de 1915 e 1917). Bélgica (1915) – Em 22 de abril de 1915, perto da cidade belga de Ypres, a Alemanha usou 180 toneladas de ácido clorídrico contra as tropas inimigas na Primeira Guerra Mundial (1914-1918). O ataque causou intoxicação grave em 15 mil pessoas e 5.000 morreram. Dois anos mais tarde, em 13 de julho de 1917, outro ataque de gás mostarda, agente que causa bolhas na pele, foi disparado pela Alemanha. Cerca de 2.000 pessoas ficaram feridas, das quais 87 morreram, o ultimo grande ataque com armas químicas foi na Síria em 2013 morreram mais de 1400 pessoas entre crianças e adultos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s