PADRE PEDERASTA DA IGREJA CATÓLICA RICARDO GIMENEZ, FINALMENTE DESCOBERTO.

 

Traduçao: Ana Burke

Hoje, aos 80 anos de idade , e apesar de ter sido condenado em 1996 por abusar de cinco crianças na Igreja de Santa Maria Madalena, na Argentina, atualmente oficia missa na capela do hospital “San Juan de Dios “

As vítimas que foram abusadas pelo padre quando eram crianças, se recusaram a permanecer com os braços cruzados , em vez disso, juntaram-se com os direitos humanos e grupos feministas para descobrir e enfrentar esse criminoso que tinha desfrutado de uma longa impunidade pela “justiça” argentina, que protegia, defendia, e apoiava a “Igreja” Católica.

Mas as vítimas não são mais meninas indefesas , são agora adultas que quer enfrentá-lo e denunciar sua maldade alto e bom tom.
Centenas de ativistas de grupos de mulheres enterred paróquia localizada no Hospital San Juan de Dios , em La Plata, Argentina para enfrentar este sacerdote, Ricardo Giménez (que foi condenado há 16 anos por abuso de menores ), interrompendo a missa, e exigindo que ele se afastasse e não rezasse nenhuma missa nos lugares onde as crianças frequentam .

Uma mulher de 45 anos de idade, e outras vítimas o acusaram de abusar delas há muito tempo, 30 anos atrás, quando o pároco estava na paróquia católica conhecida como ” Madre de la Divina Gracia “, na cidade de Gonnet . Elas interceptaram o sacerdote que teve de suspender a missa .

“Isso me torturou toda a minha vida . Mas no final , eu podia falar e trazer isto a conhecimento público. É muito importante para mim, mas é mais importante para todas as crianças, uma vez que aqueles que passam por suas mãos estão em perigo “, disse a vítima Julieta Añazco .

“Ele é um filho da puta que tem que ser preso, ou pelo menos não deveria ser capaz de deixar a sua casa “, disse Carla (que pediu para que o seu sobrenome fosse protegido ) . “É uma vergonha para ele estar em um lugar como este, onde há tantas crianças que são extremamente vulneráveis “, acrescentou .

Carla revelou que Gimenez abusou dela quando ela tinha 11 anos de idade e que ela freqüentava a igreja católica em Gonnet .

” Ele abusou de muitas crianças. Ele organizou atividades de camping e entrava nas tendas das meninas. Ele ía para tocar-nos com a desculpa de ter que verificar se éramos saudáveis. Ou ele entrava no lugar onde íamos tomar banho “, ela lembrou. Ela também disse que o seu mau hábito foi ainda maior com as crianças menores . ” Com as crianças de 6 ou 7 anos de idade foi muito pior”, disse ela .

Vale a pena parabenizar essas mulheres corajosas que enfrentaram este mal padre escondido atrás de sua batina . Proteja a suas crianças. Eles não podem continuar a abusar da confiança que as pessoas colocaram neles, porque eles usam batinas, discursos extravagantes com palavras falsas, a Bíblia e a fé para enganar.

É tempo para desmascarar a grande prostituta do Vaticano (a Igreja Católica ) chegou a vez de outro padre católico na longa lista de criminosos sexuais contra crianças ser exposto. Agora vamos ver o que o Papa Francis vai fazer ou dizer em relação a este caso na Argentina. Será que ele vai ser duro com esses padres pedófilos como ele alega estar com a chamada ” tolerância zero” ou ele vai ficar apenas na conversa? Será que este padre também vai ser protegido, como muitos outros, muitos outros pela Santa Madre Igreja e seu Papa? Ou será que este padre pederasta será transferido para uma luxuosa casa Católica de retiro espiritual?

(Proibida a cópia sem os devidos créditos)

http://www.vaticancrimes.com/

Padre pederasta da Igreja Católica Ricardo Gimenez, finalmente descoberto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s