Allan Kardec, os negros e “Hotentotes”

San

Como o codificador do espiritismo Allan Kardec via os negros?

Segundo Allan Kardec, o codificador do espíritismo, os negros são espíritos atrasados, não civilizados, não inteligentes e nem podem ser considerados humanos: Observe abaixo:

“Por que há selvagens e homens civilizados? Se tomarmos uma criança hotentote recém nascida e a educarmos nas melhores escolas, fareis dela, um dia, um Laplace ou um Newton? […] Em relação à sexta questão, dir-se-á, sem dúvida, que o Hotentote é de uma raça inferior; então, perguntaremos se o Hotentote é um homem ou não. Se é um homem, por que Deus o fez, e à sua raça, deserdado dos privilégios concedidos à raça caucásica? Se não é um homem, porque procurar fazê-lo cristão? Allan Kardec, O Livro dos Espíritos, Instituto de Difusão Espírita, Araras, São Paulo, sem data, capítulo V, p. 126, 127.

Allan Kardec era um educador e, segundo dizem, cientista o que se presume , ele sabia que  ”Hotentote”  é um termo pejorativo que quer dizer “gago”,  termo usado pelos holandeses para designar o povo Khoisan, devido à sua forma de falar. Foram encontrados vestígios deste povo por toda a europa provando que eles estiveram lá muito antes dos europeus e que os europeus e toda a humanidade são descendentes deste povo.

Portanto, Allan Kardec só existiu porque existiram os “hotentotes” que foram praticamente exterminados, expulsos e suas terras roubados pelos holandeses, ingleses e alemães. Os remanescentes deste povo se concentraram então na África e, novamente, em 1652 chegaram os holandeses ao cabo, instaram-se e juntamente com os alemães e ingleses os exterminaram e roubaram as suas terras da mesma forma como tinha acontecido antes na europa em 500 a. C. Os Khoisan lutaram bravamente duas guerras contra os holandeses, os primeiros a chegar, mas não puderam competir com as suas armas. Os remanescentes continuam vivendo na África do Sul e tem lutado toda a sua vida para serem respeitados como povo.

Outras falas de Allan Kardec sobre quais povos humanos são espiritualmente evoluídos e quais são espiritualmente atrasados

“Fora, com efeito, impossível atribuir-se a mesma ancianidade de criação aos selvagens, que mal se distinguem do macaco, e aos chineses, nem, ainda menos, aos europeus civilizados. Entretanto, os Espíritos dos selvagens também fazem parte da Humanidade e alcançarão um dia o nível em que se acham seus irmãos mais velhos. Mas, sem dúvida, não será em corpos da mesma raça física, impróprios a um certo desenvolvimento intelectual e moral. Quando o instrumento já não estiver em correspondência com o progresso que hajam alcançado, eles emigrarão daquele meio, para encarnar noutro mais elevado e assim por diante, até que tenham conquistado todas as graduações terrestres, ponto em que deixarão a Terra, para passar a mundos mais avançados.” (Revue Spirite, abril de 1862, pág. 97: «Perfectibilidade da raça negra».) Allan Kardec, A Gênese, Cap. XI – Gênese Espiritual, 29-32.

“O negro pode ser belo para o negro, como um gato é belo para um gato; mas não é belo no sentido absoluto, porque os seus traços grosseiros, seus lábios espessos acusam a materialidade dos instintos; podem bem exprimir as paixões violentas, mas não saberiam se prestar às nuanças delicadas dos sentimentos e às modulações de um espírito fino. Eis porque podemos, sem fatuidade, eu creio, nos dizer mais belos do que os negros e os Hotentotes; mas talvez também seremos, para as gerações futuras, o que os Hotentotes são em relação a nós; e quem sabe se, quando encontrarem os nossos fósseis, não os tomarão pelos de alguma variedade de animais.” Allan Kardec, Obras Póstumas.

Segundo Kardec, os únicos povos civilizados no mundo são os caucasianos ou raca  Adâmica ou seja, os brancos europeus. Mas…milhares de anos antes que as grandes obras de arte européia sonhassem em existir, os “hotentotes” já faziam obras de arte como esta:

Lascaux_0

Ou esta:

Thinker

Ou esta:

Pazardzik

Como dizia Allan Kardec: “O negro pode ser belo para o negro, como um gato é belo para um gato; mas não é belo no sentido absoluto, porque os seus traços grosseiros, seus lábios espessos acusam a materialidade dos instintos; podem bem exprimir as paixões violentas, mas não saberiam se prestar às nuanças delicadas dos sentimentos e às modulações de um espírito fino.”

Será que este homem abaixo, devido à forma dos lábios, do nariz, cabelo ou a cor da pele, tinha sentimentos e espírito grosseiro?

King_Jr_Martin_Luther_093.jpg

E este:

95e39/huch/1887/3

Artigo BBC

“Rota a partir da África “Confirmados os primeiros seres humanos”

 Um esforço de seis anos para mapear os padrões genéticos da humanidade parece confirmar que as primeiras pessoas que primeiro deixaram a África foram para a Arábia. Ancestrais do homem moderno na Europa, Ásia e Oceania migraram ao longo de uma rota do sul, e não uma rota do norte através do Egito, como alguns supunham. Os resultados do Projeto Genográfico são publicados na revista Molecular Biology and Evolution.

Estes estudos sugerem um papel importante na participacão do Sul da Ásia no povoamento do mundo. Os ancestrais dos atuais povos não-africanos deixaram sua pátria ancestral cerca de 70.000 anos atrás. Os pesquisadores descobriram que as populações indígenas tinham mais diversidade genética – o que dá uma indicação da idade de uma população – de europeus ou asiáticos do leste.

Isso apóia a idéia de que os colonos pioneiros seguiram uma rota costeira do sul e assim que povoaram a Ásia, continuaram em direcão à Oceania. “Isto sugere que outros campos de pesquisa, como a arqueologia ea antropologia deve procurar evidência adicional sobre a rota de migração dos primeiros humanos”, disse o co-autor Ajay Royyuru, gerente sênior do Centro de Biologia Computacional da IBM, que estava envolvido na análise dos dados do estudo .

A rota da África através da Península Arábica, ao longo da costa sul da Ásia, explicou os padrões observados na diversidade genética muito melhor do que um percurso através do deserto de Sinai, no Egito. Isto está de acordo com outras evidências mostrando que o nível do mar pode ter baixado o suficiente cerca de 60-70,000 anos atrás para os seres humanos o pudessem atravessar da África para a Arábia através do estreito de Bab-el-Mandeb, no Mar Vermelho. Disponível em: <http://www.bbc.co.uk/news/science-environment-15565654&gt;

OOA_map

Primeiro europeu moderno: Forense artista Richard Neave reconstituiu o rosto com base em fragmentos de crânio de 35 mil anos atrás

“Richard cria crânios de humanos muito mais recentes e ele está acostumado a olhar para as diferenças entre as populações. “Ele disse que o crânio não parece europeu ou asiático ou Africano. Parece que uma mistura de todos eles. “Isso é provavelmente o que você esperaria de alguém entre as primeiras populações a vir para a Europa.” A cabeça é baseada em restos de um dos primeiros europeus conhecidos anatomicamente modernos. A mandíbula inferior foi descoberto por espeleólogos no montanhas Carpathian na Romênia, em 2002. O resto dos fragmentos foram encontrados no ano seguinte. Os ossos foram carbono-datado entre 34.000 e 36.000 anos atrás, quando a Europa estava ocupada por duas espécies de humanos. Eles eram os Neandertais, que tinham chegado da África dezenas de milhares de anos antes, e os seres humanos modernos, mais recentes, também conhecidos como Cro-Magnon […] Especialistas em fósseis não tem certeza se o crânio era do sexo masculino ou feminino. Muitos cientistas acreditam que os humanos modernos evoluíram na África 200.000 a 100.000 anos atrás. Nossos ancestrais deixaram a África cerca de 60.000 anos atrás, e migraram em todo o mundo, substituindo outros ramos da árvore genealógica que havia deixado o continente mais cedo.

Os primeiros europeus modernos estavam longe de ser primitivos. Vivendo em cabanas e cavernas, eles usaram ferramentas de pedra e lanças feitos de chifres, pintado nas paredes de suas cavernas e jóias feitas de conchas.

article-0-04CC6112000005DC-990_468x550

Em 749 na antiga capital de Nara Japão você vai encontrar a maior e mais antiga estátua budista no Japão. Esta estátua foi construída pelos coreanos que estavam prestando homenagem aos japoneses que eles governavam. Os coreanos construíram esta Estátua de Buda e esta estátua é a de um Buda negro. Não existe nenhuma dúvida sobre a etnia desta antiga aparência de Buddha em Nara Japan. É inacreditável para muitos saber que antigamente havia antigos reinos governados pelos povos africanos. É evidente e claro através de arqueológica evidencia que o primeiro  Buda Shakyamuni era um homem descendente de Africanos.

 

Primeiroa Cristãos

Slide08

Encontro com Jesus no Templo

Meeting_of_our_Lord_in_the_Temple

Apóstolo Nicanor

Apostle_Nicanor

The_Prophet_Nahum

Apostle_Onesimus

Reunião da Associação Americana de antropólogos físicos

A Pele dos Europeus somente se tornaram pálidas recentemente, sugere genes

Filadélfia, Pennsylvania – A reunião da Associação Americana de Físicos antropólogos, realizada de 28 a 31 de março, emitiu um novo relatório sobre a evolução de um gene para a cor da pele que sugere que os europeus adquiriram pele pálida muito recentemente, talvez apenas 6.000 a 12.000 anos atrás.  Disponível em: http://www.sciencemag.org/content/316/5823/364.1.summary

Bhatti

Good_eyesight

Estudando a história do desenvolvimento das civilizacões humanas, podemos entender que “caucasiano”não é uma raca.  O homem branco surgiu de um processo chamado albinismo. Portanto o povo branco são negros que se tornaram albinos.

Os espíritas estão divulgando um vídeo, em que eles alteraram ou estão usando uma carta adulterada que, segundo eles, é um documento que faz parte da Ordem dos Lazaristas de Roma. Dizem ainda, que a carta foi escrita pelo predecessor de Poncio Pilatos Publius Lentulus, o que não é verdade. Esta carta é a mesma exibida no texto, logo acima, e foi escrita por Flávio Josefo, mas Infelizmente os  textos dele passaram por mãos cristãs sendo adulterada e tendo o seu  material “ofensivo” removido , ou seja, a verdadeira aparência de jesus. Felizmente, no entanto, o estudioso bíblico Robert Eisler, em um estudo clássico de 1931, reconstruiu o testemunho de Josefo baseado em uma antiga tradução para o russo recém-descoberta que preservou o texto original

grego.http://realhistoryww.com./world_history/ancient/Dobruja_Thrace_1.htm#albino

http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-1177123/The-European-Created-fragments-fossil-face-forbears-35-000-years-ago.html

http://proudblackbuddhist.org/Introduction_to_A_Black_Buddhis/index.html

32 comentários sobre “Allan Kardec, os negros e “Hotentotes”

      • Vc não tem nada de conhecimento ou espiritualidade… Se vc não tem conhecimento espiritual, atenha-se a sua ignorância…. Alan Kardec não fez referência a raças mas a jornada espiritual no planeta onde os Hotentotes estão no início desta caminhada neste planeta.. Ou vc acha que eles estão adiantados a ponto de contribuir para a elevação planetária? Um dia, após sucessivas encarnações, estes estarão em um estágio semelhante ao seu ou bem melhor … Para tecer comentários construtivos, leia sobre a doutrina e se não tiverdes capacidade de entendimento… Estude

  1. Vc pegou trechos específicos e descontextualizados, em que a idéia e a síntese do pensamento foram completamente deturpadas. A obra de Kardec se baseia integralmente nos ensinamentos dos Espíritos, em que pra facilitar nossa compreensão, utilizaram de mtas analogias.
    Como ex. de atraso social, cultural e científico, poderiam ter sido dados os nativos da Oceania, do Alasca e sul americanos, especificamente do Brasil. O próprio europeu num passado não mto distante tinham como bases sociais os clãs ou tribos.
    Kardec cita a civilização chinesa como eminente, assim como poderia ter citado a japonesa, por motivos óbvios.
    Faz menção ao espiritualismo e a filosofia indiana como antecedente ao Espiritismo.
    Por favor, mais conhecimento e menos opinião.

    • Só uma correção:
      A raça adâmica é negra, foi a cultura hiperbórea de Roma que transformou o Messias nisso que vemos hoje.
      Essa cultura hiperbórea impregnou as religiões ocidentais (e o hinduísmo), difundindo de diversos meios um racismo inerente à essa cultura racista que tomou forma no império grego.
      Acredito no Criador de todas as coisas e que o Messias viveu entre nós, mas temos que primeiro arrancar essa nódoa chamado cristianismo, e aprendermos a verdadeira palavra do Criador.
      Gostei de sua dialética e seus argumentos bem fundamentados (embora nāo concorde com tudo). Grato pela leitura.

    • Você não acredita em Deus.
      só em allan.
      acha que ele morreria por você?
      encarnação ou ressurreição?
      todos nos um dia se encontraremos com Jesus inclusive esse Allan kardec.

      • Desculpa mas vc já leu alguma vez O livro dos espíritos e o O evangelho segundo os espíritos de A.K.? Vc está parecendo um sego de nascença tentando explicar como é ver a luz . A doutrina espírita é pura e sublime, é a continuação do trabalho deixado pelo Cristo ( o homem a moldou a bel prazer)

      • Você é um exemplo de “espírito atrasado”. Os espíritas são os religiosos mais tapados que eu já conheci, mais irracionais. A mulher de Kardec foi presa por fraude. A sua religião, assim como qualquer religião é segregacionista, imoral e os seus seguidores são tão ou mais ignorantes que os seguidores das outras religiões. Esta coisa de espírito atrasado e espírito adiantado é uma prova do que eu estou falando. Kardec era um ignorante e que vocês o intitulam educador e cientista. Leia mais sobre a ciência na qual ele se baseou para escrever os absurdos que ele escreveu. Sem caridade não há salvação não é mesmo? Se fazem pela sua suposta salvação não é caridade. Vocês me fazem sentir pena.

  2. Com todo respeito, faço as minhas palavras a do Carlos.
    Segundo o que entendo da doutrina espirita, tivemos diversas encarnações em diferentes momentos da historia da humanidade, entendo ainda que todos as civilizações hoje conhecida são resultantes de um processo chamado evolução.
    Penso no conceito de evolução como algo que cria laços de irmandade entre todos os seres da criação…

  3. Saudações!

    Kardec fora racista, conforme o padrão da sociedade europeia de então, mas, em algum momento de sua vida, ele parece ter mudado, pois na “Revista Espírita”, “ano décimo – 1867”, Kardec diz o seguinte: “do estudo dos seres espirituais ressalta a prova de que esses seres são de natureza e de origem idênticas, que seu destino é o mesmo, que todos partem do mesmo ponto e tendem para o mesmo objetivo; que a vida corporal não passa de um incidente, uma das fases da vida do Espírito, necessária ao seu adiantamento intelectual e moral; que em vista desse avanço o Espírito pode sucessivamente revestir envoltórios diversos, nascer em posições diferentes, chega-se à conseqüência capital da igualdade de natureza e, a partir daí, à igualdade dos direitos sociais de todas as criaturas humanas e à ABOLIÇÃO DOS PRIVILÉGIOS DE RAÇAS. Eis o que ensina o Espiritismo”. Allan Kardec pode ter sido racista a sua vida toda ou não, mas o espiritismo não era e não é. Os trechos a seguir são partes de comunicações de espíritos em obras kardecistas, que provam que a doutrina espírita não é e nem nunca foi racista:
    Livro dos Espíritos: “799. De que maneira pode o Espiritismo contribuir para o progresso”?
    “Destruindo o materialismo, que é uma das chagas da sociedade, ele faz os homens compreenderem onde está o seu verdadeiro interesse. A ‘vida futura não estando mais velada pela dúvida, o homem compreenderá melhor que pode assegurar o seu futuro através do presente. Destruindo os PRECONCEITOS DE SEITA, DE CASTA E DE COR, ele ensina aos homens a grande solidariedade que os deve unir como irmãos”.
    Livro dos Espíritos: “517. Há Espíritos que se ligam a toda uma família para protegê-la”?
    “Alguns Espíritos se ligam aos membros de uma família em conjunto e que são unidos pela afeição, mas NÃO ACREDITEIS EM ESPÍRITOS PROTETORES DO ORGULHO DAS RAÇAS”.
    Obras Póstumas: “Paris, 4 de fevereiro de 1889. – (Méd. senhora Malet.)”: “sabeis todos o quanto é penoso o aspecto de uma encantadora fisionomia desmentida pelo caráter. Se ouvis falar de uma pessoa de mérito reconhecido, a revestis em seguida com os traços mais simpáticos, e ficais dolorosamente impressionado em vista de uma fisionomia que contradiga as vossas previsões”. “Pamphile”.
    Obras Póstumas: “Paris, 4 de fevereiro de 1869”: “Não há de belo, de realmente belo, senão o que o é para todos: e essa beleza é eterna, infinita, é a manifestação divina sob os seus aspectos incessantemente variados, é Deus em suas obras, em suas leis! Eis a única beleza absoluta”. (…) “Quanto ao que se convencionou chamar belo, e que é verdadeiramente digno desse título, não é necessário considerá-lo senão como uma coisa essencialmente relativa, porque se pode sempre conceber alguma coisa de mais bela, de mais perfeita. Não há senão uma única beleza, senão uma única perfeição, que é Deus. Fora dele, tudo o que decoramos com esses atributos, não são senão pálidos reflexos da beleza única, um aspecto harmonioso das mil e uma harmonias da criação”. “Lavater”.
    Portanto, Allan Kardec pode ter sido racista uma boa parte de sua vida ou, talvez, a vida toda, mas a doutrina espírita nunca foi racista. Allan Kardec não era a doutrina espírita. Allan Kardec foi o codificador.

  4. Com todo respeito, seu texto não é correto.
    Se você ler atentamente o Livro dos Espíritos e O Evangelho Segundo o Espiritismo, perceberá que suas conclusões são contrárias as ideias veiculadas por Kardec.

  5. Para escrever uma besteira dessa magnitude, é pra quem só leu títulos do que Kardec escreveu, é de quem não entende nem de sua própria raça… estuda, mas estuda mesmo, fica mais fácil de entender e não cair no erro de escrever asneiras.

  6. Oi querido…muito bacana seus estudos…vc e todos nós temos dúvidas e as verdades absolutas não existem….posso te dar uma dica?? Assiste as palestras de Raul Teixeira muito legal! Vai constatar que o espirita não é doutrinado para ser racista ao contrário…para Amar a todos. Muita Paz para todos!

  7. Como posso vir a julgar alguém se a palavra de vocês ao resumir Kardec, na sua visão sobre os negros isso não torna a nossa visão igualitária a dele, pois ele foi um codificador não quer dizer que ele fez os fenômenos acontecerem por que à base é o pensamento do mestre JESUS esse sim colocou cada ser humano em seu lugar negros e brancos ou claros e escuros pertencentes a plano merece muito respeito a questão da doutrinação isso só o espirito resolve, por isso não criem celeumas.

  8. Racista é, por definição, aquele que desconsidera uma raça, cor, sexo, naturalidade, aparência, religião sem motivo algum. Kardec, ao de referir aos negros, usou do pensamento da ciência da época, e não o próprio, para explicar o progresso humano sob a ótica do espírito.

  9. Allan Kardec era um tolo sim, um boçal, e não podia ser diferente, a ciência na época dele ainda era muito primitiva, atualmente está mais avançada, e já dá para dizer com mais segurança um constatação óbvia, Jesus nunca existiu, ele é apenas ficção, uma criação do imperador Constantino de Roma baseando-se em meia dúzia de figuras mitológicas tais como Apolônio de Tiana, Mitra, Simão o Mago, Talmut, etc… então podemos concluir que as tais almas que psicografaram as mensagens que esse senhor tolo copilou e reuniu em livros eram almas tolas, tão tolas quanto o codificador, eram almas tão atrasadas, tão mergulhadas em erro, e escuridão que não conseguiram descobrir o obvio, Jesus não existe, nunca existiu, ele é apenas uma ficção barata criada por Roma como tentativa para terminar com as guerras civis constantes que vinha destruindo o império. Realmente é preciso estudar, inclusive eu recomendo a Ana Burke estudar mais, pois seus argumentos aqui nessa página são muito fracos… para começo de conversa sequer Jesus existiu, então que credibilidade essas almas e Allan Kardec tem?

    Postei no Google+ :

    Sobre Espiritismo de Kardec DOC institucional sobre a história da fundação do Espiritismo de Kardec, para quem estiver interessado(a) em ver: https://www.youtube.com/watch?v=OJyQAqJKTdE Minha Modesta Opinião: Depois de mais de 170 anos fica claro que o espiritismo não passa de um “puxadinho” do cristianismo. Mais uma desinformação que informação, uma teoria Ad hoc (tapa buraco) para tentar salvar o cristianismo e seu suposto livro “sagrado” a bíblia perante o progresso da razão e da ciência. As intenções das entidades que “psicografaram” os diversos livros do espiritismo eram mal intencionadas? Os diversos médiuns mais o Allan Kardec, contaminaram as comunicações com seus conceitos pessoais? O Allan Kardec foi mal intencionado? Ouve distorções do que era instruído? O que chegou até nós foi apenas o que foi corrompido? Ou as almas mesmo que eraram? Eram almas tão tolas, tão ignorantes, que apenas poderiam repassar equívocos? Talvez também se trate de almas muito mal intencionadas? Mas uma coisa é fato irrefutável, Jesus nunca existiu, a Bíblia não passa de um conto de fadas, baseado em lendas confusas, e o espiritismo apenas deu mais força para que esse erro fosse levado a diante, e aliena-se mais alguns milhões que se não fosse por isso já teriam abandonado de vez as superstições religiosas cristãs e se virando para tradições mais progressivas e de resultados mais consistentes tais como Taoísmo, Hinduísmo, Budismo, Ocultismo, etc…

  10. Que infeliz colocação de Kardec!
    Há quem defenda a codificação com muita paixão, mas dizer que se é atrasado por ser negro…isso é excludente, egoísta e cruel- no mínimo.
    Kardec não foi nenhum Deus, foi um homem e como tal tinha seus preconceitos.
    Gostei muita da postagem. Fez contrapontos muito bons quanto ao racismo de Kardec.

    • Em nenhum momento Kardec diz que um ser é atrasado por ser negro. LEIA E DEPOIS COLOQUE SEU COMETÁRIO…. Estupidez não deve ser o mote para a evolução, mas sim os estudos efetuados de forma seria e isenta…

  11. Nunca vi tanto contrassenso vindo pela análise de uma pessoa que antes de mais nada, deveria aprender a interpretar textos, pois quando se refere ao trecho acima descrito, deturpa o significado das ideias ali contidas.
    Sua análise é no mínimo inconsistente, para não dizer paupérrima.
    Não merecedora de maiores comentários.

    • Para os espíritas assim como para os evangélicos ou qualquer religioso fanático só aquilo que aprenderam na sua bíblia e interpretada por seus adestradores é verdadeiro. Deixa de ser tola Cecília e pesquise outras fontes. Chico Xavier era um plagiador mas como você não têm o hábito de ler ou estudar não sabe disso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s