MULHER - Ame-se. Erga a cabeça

O CLERO da igreja católica, de baixo para cima, se divide em Leigos, Diáconos, Padres, Bispos, Arcebispos, Cardeais e Papa. E tem ainda os consagrados, Abade e abadessa; Monge e Monja; Frade e Freira; e eremitas, pedintes, muitas ordens, e, entre estes consagrados, aparecem as mulheres. Elas podem, portanto, ser consagradas. Trabalham nas instituicões e fazem todo o tipo de servico subalterno, desde limpeza, faxina, mantendo o funcionamento de hospitais que os fiéis constrõem com seu dinheiro, mas tem que pagar se quiser ter atendimento. Elas também trabalham em escolas e casas de caridade como asilos e orfanatos.

Como foi provado ao longo do tempo, estes orfanatos e asilos funcionam de forma precária e escondem todos os tipos de abusos e violência, como no caso das casas de Madalena que mantinham mulheres escravas trabalhando e prisioneiras e, quando alguma fugia, era trazida de volta pela polícia.

Aquelas que vivem em clausuras passam o tempo rezando, ou fazendo tercos para serem vendidos pela igreja, santinhos, imagens e tudo o mais que dá lucro, e é vendido aos fiéis, ou cultivando flores para enfeitar a igreja, e rezando…rezando muito as oracões pré-construídas pela igreja que ensinam humildade e que os dogmas da igreja são indiscutíveis. São ensinadas a andar sempre de cabeca baixa, olhando para o chão, a se alimentar muito mal para conseguir a santificacão, fazer penitências e jejuns severos.
Em relacão à sociedade e aos problemas da sociedade, elas são totalmente alienadas. Nunca ouvem o choro de uma crianca com fome, não ajudam mulheres que sofrem violência e idosos, não ajudam a combater a pobreza e a miséria, não ajudam a educar elevando seres humanos da base para o topo, não consolam os aflitos, enfim, em relacão a melhoramentos da vida do próximo em sociedade, elas são completamente inúteis. Elas só vivem para a manutencão do poder da igreja e dos homens que representam a igreja.

Mulheres nunca podem ser “ministros sagrados”.

Nas igrejas, se quiserem, elas podem ser (ajudantes do padre), lavar as roupas deste, cuidar da casa paroquial, cozinhar pra ele, trabalhar fazendo caridade e arrecadando fundos para a igreja, trabalhar nas barracas nas festas, ajudando a igreja a conseguir dinheiro ou também, limpando a igreja.

São portanto as consagradas, leigos ou fiéis (75% mulheres), que sustentam e mantém os “ministros sagrados”, todos homens.

São os “SAGRADOS” que decidem tudo fazendo leis e instituindo dogmas que todos devem seguir porque, segundo eles, são revelacões divinas:

§891 “Quando, por seu Magistério supremo, a Igreja propõe alguma coisa “a crer como sendo revelada por Deus” como ensinamento de Cristo, “é preciso aderir na obediência da fé a tais definições.” http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/h/infalibilidade.html

MULHER – Ame-se. Erga a cabeça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s